quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

“Só o Senhor Jeová”, gritava homem enquanto golpeava a namorada com uma faca

Foto: Reprodução

 


Um dos vizinhos de Ricardo Silva Souza, 35 anos, preso na manhã desta sexta-feira (11/12) ao ser flagrado desferindo diversas facadas contra Maria Jaqueline de Souza, 34 anos, filmou, em detalhes, o assassinato. Nas imagens, as quais o Metrópoles teve acesso, é possível ver claramente o homem golpeava a mulher, repetidamente.

Com uma grande quantidade de sangue nas mãos, o acusado gritava “Filho de Deus! Filho de Deus!”, enquanto cravava a lâmina no corpo da vítima insistentemente.

O vídeo não será publicado, em respeito aos leitores e aos familiares de Maria Jaqueline.

Autor e vítima haviam, aparentemente, iniciado um relacionamento há pouco tempo. Segundo consta no boletim de ocorrência, registrado na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam II) de Ceilândia, foi um vizinho quem chamou a polícia. Após acionar os militares, o homem iniciou a gravação com o próprio celular, feita da janela da casa onde ocorreu o crime.

Sentado sobre o corpo de Maria Jaqueline, Ricardo dizia frases desconexas, todas ligadas à religião. “Jesus. Filho de Deus. Filho de Deus. Só o Senhor Jeová. Só o Senhor Jeová”, gritava o homem, esbaforido, enquanto matava a namorada.

O crime aconteceu na casa do acusado, na Chácara 151 do Trecho 1, no Sol Nascente. No local, foram encontradas substâncias identificadas até o momento como cocaína.

Policiais militares que atenderam à ocorrência disseram que Ricardo aparentava estar em surto psicótico e sob efeito do entorpecente.

Na tentativa de tirar o homem de cima da vítima, os militares usaram arma de choque e precisaram efetuar dois disparos de arma de fogo contra Souza: um no braço esquerdo e outro na altura da clavícula esquerda. Mesmo assim, ele demorou a esmorecer.
 
À Polícia Civil do DF (PCDF), os PMs disseram que Jaqueline ainda respirava, com dificuldade, quando conseguiram render Ricardo. Porém, em poucos minutos, a mulher faleceu.

Com informações do site riachoemfoco

Nenhum comentário:

Postar um comentário