Últimas Notícias

Polícia Civil prende pastor evangélico que estuprou menina em Nova Iguaçu

 


Agentes da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Nova Iguaçu prenderam, nesta quinta-feira (13/10), um pastor acusado de abusar sexualmente de uma menor. A vítima é neta de sua companheira. A captura ocorreu no bairro Cerâmica, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense.

De acordo com as investigações, a menina teria sofrido os abusos dos cinco aos 11 anos. Ela teria, inclusive, tentado cometer suicídio por não suportar os estupros.

Policiais da Delegacia de Atendimento à Mulher de Nova Iguaçu (Deam) prenderam, nesta quinta-feira(13), no Centro do município, na Baixada Fluminense, um pastor, de 47 anos, suspeito de abusar sexualmente de uma criança por mais de três anos seguidos. De acordo com a delegada Mônica Areal, o religioso é casado com a avó da menina. Ouvido na especializada, ele negou as acusações e alegou que a vítima, atualmente com 13 anos, estaria 'desviada do bom caminho' .

De acordo com a delegada, o caso começou a ser investigado há aproximadamente um mês, quando a mãe da menina, que trabalha fora e deixava a criança com a avó, procurou a polícia. Ela informou que sua filha procurou uma pessoa para contar o caso, e que esta a informou do que vinha ocorrendo. A menina foi ouvida na Deam Nova Iguaçu e prestou depoimento na presença de um psicólogo. Ela contou, entre outras coisas, que começou a sofrer abusos aos 6 anos. E que, aos 9 anos, perdeu a virgindade com o suspeito.

A menina contou ainda que o religioso costumava controlar o seu celular e o acesso dela às redes sociais. Para a delegada Mônica Areal, apesar de o suspeito negar o estupro, não há dúvida que o crime ocorreu.

— Não tenho dúvida que houve violência sexual. O relato da vitima, que ocorreu na presença de um piscólogo, é bem coerente e descreve com riqueza de detalhes tudo o que aconteceu — disse a delegada.

Detido nesta quinta-feira, próximo à sede da Deam em Nova Iguaçu, o suspeito estava com a prisão temporária decretada pela Justiça. Segundo a polícia, o pastor era procurado pelos agentes da especializada desde a última terça-feira.

A partir das informações obtidas pela equipe da Deam, por meio de relato da própria vítima e de depoimentos de testemunhas, houve a representação pela prisão do autor por crime de estupro de vulnerável. O detido está à disposição da Justiça.


www.osaogoncalo.com.br



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
PIROPO NEWS