Últimas Notícias

Publicidade Jaguaripe 2023

Mulher diz que apanhou e foi estuprada por Daniel Alves, revela jornal espanhol

 

Jogador foi preso na última sexta-feira (20) após prestar depoimento na Espanha; clube que ele defendia rescindiu contrato com o atleta

O jornal espanhol “El Periodico” publicou reportagem na última sexta-feira (20) na qual revela que a mulher que denuncia o jogador brasileiro Daniel Alves disse à Justiça Espanhola que ele a agrediu e estuprou em um banheiro de uma casa noturna em Barcelona, na Espanha.


A denunciante diz que estava com amigos e amigas em na sala VIP da boate. Lá, as mulheres teriam sido convidadas para a mesa onde estava Daniel Alves.


“Mais tarde, ele ficou atrás da vítima e começou a dizer coisas para ela que ela não entendia, possivelmente porque eram em português. Foi então que ele teria agarrado a mão dela”.


A partir daí, o jornal descreve o que seria a tentativa de estupro, segundo a denunciante.

Ainda segundo relato do jornal “El Periodico”, baseado no depoimento da denunciante, quando ela percebeu que era um banheiro, tentou sair, mas que o jogador fechou a porta e a impediu de ir embora, ainda de acordo com a publicação.

“A vítima denunciou que Alves se sentou no vaso sanitário, puxou-lhe o vestido”, descreve o jornal.A matéria também pontua que, segundo a mulher, ela teria saído do local em estado de choque.

Após ser atendida pela equipe da boate, teria sido transferida para um hospital, onde fez um exame “em busca de restos biológicos que ajudam a provar sua reivindicação [acusação]”.Segundo as fontes do periódico, o laudo médico confirmaria que “há algumas lesões compatíveis com a luta”.

Há câmeras de segurança na sala VIP onde ambos estavam, mas não no banheiro.

As imagens condizem com a versão da vítima (até onde foi gravado), informa o jornal.

Preso e demitido

Nesta sexta-feira (20), o jogador foi preso pela polícia espanhola após ser interrogado em uma delegacia de Barcelona. A informação foi confirmada à CNN pela polícia da Catalunha.

Estava marcado para esta sexta um depoimento de Daniel Alves. De acordo com a assessoria do atleta, ele foi “por livre vontade para Barcelona para esclarecer espontaneamente os fatos e comprovar sua inocência”.

O brasileiro atuava pelo Pumas, clube do México. Porém, foi anunciada a rescisão de contrato nesta sexta. O presidente do time ressaltou que “o clube reitera seu compromisso de não tolerar atos de qualquer sócio, seja ele quem for, que contrariem o espírito do clube e seus valores”.

O que diz o jogador

Daniel Alves nega as acusações, mas admite que esteve na casa no dia e que ficou lá por “pouco tempo”, sem que nada tivesse acontecido por lá.

A equipe do lateral-direito diz que a juíza que determinou a prisão preventiva não deu justificativa para a medida, que as informações da imprensa local são falsas e que foi solicitado segredo de justiça.

Os empresários do jogador embarcaram na noite desta sexta para Barcelona e, no sábado (21), juntamente com a equipe jurídica do atleta, tentarão “resolver a situação”.



fonte:cnnbrasil.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem