domingo, 28 de outubro de 2018

Secretaria de Saúde vai apurar fala de médica que não daria alta a eleitores do PT


Secretaria de Saúde vai apurar fala de médica que não daria alta a eleitores do PT
A Secretaria Municipal de Saúde Pública de Campo Grande (MS) declarou que vai apurar o caso em que uma médica afirmou no Facebook que o domingo de eleições seria “dia de maldade”. De acordo com o post, a médica falou que não daria alta a pacientes dependendo do voto de cada um. 

"Hoje é dia de maldade. Perguntar pro paciente em quem vai votar antes da alta. Dependendo da resposta, alta só segunda!! #B17 É dessa vitamina que o povo brasileiro precisa!", dizia a publicação. Uma captura de tela do texto gerou revolta nas redes sociais e o perfil da doutora Beatriz Padovan Vilela foi excluído.

Em nota, o Conselho Regional de Medicina do Mato Grosso do Sul (MS) disse que a entidade não tem posicionamento político, mas afirmou que a médica será encaminhada para o setor responsável para análise. Uma sindicância pode ser aberta contra Beatriz Padovan Vilela. 
bn

Nenhum comentário:

Postar um comentário