quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Em reunião com CEOs em Davos, Guedes explica comentário sobre pobreza

[Em reunião com CEOs em Davos, Guedes explica comentário sobre pobreza]

Fala teve repercussão hoje após resposta indireta do ex-vice-presidente americano Al Gore

O ministro da Economia, Paulo Guedes, aproveitou um encontro com CEOs de grandes multinacionais, na tarde de hoje (22) para tentar desfazer a impressão negativa deixada pelo comentário feito ontem de que “a pobreza é a maior inimiga do meio ambiente” e as pessoas destroem porque “precisam comer”. Na reunião Guedes disse que nenhum país deseja desmatar ou ver suas florestas incendiadas.
A declaração de ontem, que nos recintos do Fórum Econômico Mundial passou praticamente despercebida, foi alvo de conversas hoje nos corredores de Davos depois que o ex-vice-presidente americano Al Gore respondeu Guedes.
“Hoje é amplamente entendido que o solo da Amazônia é pobre. Dizer às pessoas no Brasil que elas vão chegar à Amazônia, cortar tudo e começar a plantar, e que terão colheitas por muitos anos, isso é dar falsa esperança a elas. Há sim respostas para a Amazônia, mas não esta", comentou Gore no palco principal do centro de convenções.

Nenhum comentário:

Postar um comentário