quarta-feira, 27 de maio de 2020

Covid-19: PGR mira gestão Doria e outros sete governadores por irregularidades

Doria diz que pessoas que fizerem aglomeração nas ruas de SP ...


Avaliação preliminar sobre cada acusação contra as gestões estaduais já foi feita pela PGR, que está encaminhando ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) pedido investigação


A Procuradoria-Geral da República (PGR) apura suspeitas de irregularidades em contratos firmados por oito governadores do país durante a crise do novo coronavírus. De acordo com a colunista do jornal Folha de S. Paulo Mônica Bergamo, estão sendo investigadas as gestões de João Doria (PSDB-SP), Wilson Miranda Lima (PSC-AM), Helder Barbalho (MDB-PA), João Azevedo (PSB-PB) e Wilson Witzel (PSC-RJ). Outros três governadores estão sendo investigados, mas eles não tiveram os nomes revelados. 
A avaliação preliminar sobre cada acusação contra as gestões estaduais já foi feita pela PGR, que está encaminhando ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) pedido de autorização para a abertura de inquérito. Alguns requerimentos já estão no tribunal, segundo a colunista. Somente após autorização da corte a investigação pode ser iniciada, já que governadores têm prerrogativa de foro. As investigações mais avançadas seriam as dos estados do Rio de Janeiro e do Pará. 
Na terça-feira (26), uma operação de busca e apreensão na residência oficial do governador Witzel e da primeira-dama do Rio, Helena Witzel, foi autorizada pelo STJ. O governador nega qualquer envolvimento em irregularidades e diz que sofre retaliações por ser oposição a Jair Bolsonaro. 
foto: PIRÔPO NEWS / fonte:M1

Nenhum comentário:

Postar um comentário