sexta-feira, 22 de maio de 2020

'Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF', diz ministro da Educação em reunião

Fala de Abraham Weintraub aconteceu na reunião ministerial de 22 de abril. Para Celso de Mello, ministro do Supremo, há 'aparente crime de injúria'.


O ministro da Educação, Abraham Weintraub, chamou os ministros do Supremo Tribunal Federal de "vagabundos" na reunião ministerial de 22 de abril e disse que queria prendê-los. "Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF", disse ele. O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), viu possível crime de injúria.
Weintraub começou sua participação no encontro explicando o motivo para compor o governo, que seria "a luta pela liberdade" e "acabar com essa porcaria, que é Brasília", "um cancro de corrupção, de privilégio", e lamentou as dificuldades que estaria enfrentando.
Sobre o trecho do vídeo, Celso de Mello determinou que todos os ministros da Corte sejam oficiados para que, caso queiram, adotem as medidas cabíveis. “Constatei, casualmente, a ocorrência de aparente prática criminosa, que teria sido cometida pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, que, no curso da reunião ministerial realizada em 22/04/2020, no Palácio do Planalto, assim se pronunciou em relação aos Ministros do Supremo Tribunal Federal.”
foto edição Pirôpo News
G1





Nenhum comentário:

Postar um comentário