domingo, 21 de junho de 2020

QUANDO TUDO ISSO PASSAR, MEU DESTINO É NAZARÉ - BAHIA ( VEJA )

A imagem pode conter: comida, texto que diz "QUANDO EU PENSO EM FEIJOADA MEU DESTINO É NAZARE BAHIA Chill #MEUDESTINOÉBRASIL"


QUANDO TUDO ISSO PASSAR, MEU DESTINO É NAZARÉ - BAHIA.
Historicamente, a cidade é conhecida como “NAZARÉ DAS FARINHAS” pela ampla produção e distribuição da farinha de mandioca, do torresmo e dos passos dos engenhos de cana-de-açúcar.
A farinha de Copioba é um tipo de farinha de mandioca artesanal caracterizada pela crocância e coloração amarelada, produzida tradicionalmente no Vale do Copioba, zona rural de Nazaré. A fabricação da farinha é realizada por famílias nas chamadas “casa de farinha”, predominando a pouca mecanização no processo e a preservação das características das farinhas de cada casa.
A farinha serve de acompanhamento de pratos famosos do Brasil e a raiz de onde se faz, a mandioca, também conhecida como aipim, pode ser servida frita ou cozida.
Quando as viagens eram feitas de Saveiro, por ser viagem longa, assim que os viajantes chegavam m procuravam as famosas feijoadas ou mocotó com a deliciosa farinha de Copioba, passando a ser costume dos nazarenos, todos os sábados, irem à Feira Livre pela manhã para comer.
A farinha de mandioca também é muito usada em cuscuz, uma das delícias do Nordeste, onde o turista adora comer no café da manhã. Em Nazaré, o mais famoso é o de milho.
Crédito Fotos: Ronni Menezes
@meudestinoebrasil @seturbahia @turismobahia
A imagem pode conter: texto que diz "QUANDO EU PENSO EM TORRESMO MEU DESTINO É NAZARE BAHIA MEUDESTINOÉBRASIL"
A imagem pode conter: texto
A imagem pode conter: comida, texto que diz "QUANDO EU PENSO EM CUSCUZ MEU DESTINO É NAZARÉ BAHIA #MEUDESTINOÉBRASIL"
A imagem pode conter: texto que diz "QUANDO EU PENSO EM FARINHA MEU DESTINO É NAZARE BAHIA MEUDESTINOÉBRASIL"

Nenhum comentário:

Postar um comentário