quarta-feira, 22 de julho de 2020

SAJ: “Se eu tivesse ido para o hospital em vez de ficar em casa não teria agravado minha situação”, diz arbítro de futebol recuperado da Covid



Santoantoniense recuperado da Covid-19 conta como descobriu a doença e os desafios no processo de recuperação. O árbitro de futebol, Djalma José relatou ao Blog do Valente que comecou a sentir alguns sintomas como dor de cabeça, febre, perda de olfato e dores no corpo no dia 4 de junho. Ao comparecer ao posto de saúde próximo ao Cidade Nova 2, ele foi recomendado pela médica a ficar em casa por 14 dias, “Ela mandou eu tomar dipirona, soro e antialérgico, só que no 13° dia minha situação se agravou e fui parar no Hospital Regional. Lá na ressonância, o médico viu que meu pulmão tava com 52% comprometido”, disse. Djalma ficou na UTI por uma noite e no dia seguinte foi transferido para Salvador, onde ficou por 34 dias internado em um hospital particular, “O plano da empresa que trabalha cobriu e fiquei no hospital tomando medicamentos para desfazer o coágulo no pulmão. Estou recuperado da Covid, mas fiquei com sequelas. A médica disse que deu trombose e vou precisar de repouso, falar o mínimo possível, tomar medicamento por 3 a 9 meses e ser acompanhado por um pneumologista”, explicou. Ele chama atenção para as medidas urgentes que devem ser tomadas quando um paciente chega com sintomas em vez de ficar em casa, “Se eu tivesse ido para o hospital quando tive os sintomas, não teria agravado minha situação. Meu erro foi ficar em casa”, frisou. Ele agradece as orações e apoio dos amigos e turma do esporte.

blogdovalente

Nenhum comentário:

Postar um comentário