sexta-feira, 21 de agosto de 2020

Maior reator nuclear pretende replicar modelo solar de produção de energia

Maior reator nuclear pretende replicar modelo solar de produção de energia
Foto: Reprodução/Print/Olhar Digital
O maior reator de fusão nuclear do mundo, idealizado para replicar o processo pelo qual o Sol gera energia, começou a ser montado na França. A supermáquina conta com um orçamento de 20 bilhões de euros, equivalente a cerca de R$ 127 bilhões, e o trabalho conjunto de 35 países. 

A iniciativa foi batizada de Iter (Reator Internacional Termonuclear Experimental, na sigla em inglês). 

A fusão de átomos de hidrogênio trata-se de uma técnica que, mesmo tendo recebido atenção da comunidade científica nos últimos 60 anos, ainda não conseguiu  mostrar sua viabilidade em larga escala. 

De acordo com a Folha de S. Paulo, um dos principais objetivos do Iter é justamente identificar se a fusão nuclear pode ser uma alternativa viável para a geração de energia limpa e com um combustível abundante e barato: o hidrogênio.


BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário