sábado, 1 de agosto de 2020

PMs da capital começam a usar 585 câmeras em uniformes após casos de violência policial durante a pandemia em SP

PMs começaram a usar câmeras corporais neste sábado (1º) na capital — Foto: Divulgação/PM-SP


Aparelhos serão utilizados a partir deste sábado (1º). Mais 2.500 deles serão adquiridos por meio de licitação internacional, segundo pasta da Segurança. Medida ocorre após registros de vídeos truculência da PM em abordagem a suspeitos e cidadãos durante a pandemia.


A medida ocorre em meio a críticas de entidades de direitos humanos e especialistas em segurança às abordagens feitas por PMs neste ano no estado.
Destaco que é um estudo iniciado há 6 anos, que vinha como projeto-piloto em um batalhão da Zona Sul e, agora, começa a ser expandido", disse neste sábado ao G1 o tenente-coronel Emerson Massera, porta-voz da PM.
Vídeos que circulam na internet mostram ações truculentas de policiais em suspeitos e cidadãos durante a quarentena (veja acima). Por causa das agressões, alguns PMs foram presos e até afastados.
No mesmo período, também foram registrados aumento dos casos de letalidade policial, com mais pessoas mortas pela PM em comparação com o ano passado. Em contrapartida, também elevação no número de agentes mortos.
As câmeras vão servir agentes de três batalhões da Polícia Militar metropolitanos da capital (11º, 13º e 37º BPM-Ms). Tropas especiais, como as Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), não usarão o aparelho nesse momento.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário