segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Gel desenvolvido por pesquisadores em Minas Gerais protege contra a Covid-19 por 24h

 

Gel desenvolvido por pesquisadores em Minas Gerais protege contra a Covid-19 por 24h
Foto: Divulgação



Um gel a base de nióbio desenvolvido por pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais é capaz de proteger mãos e superfícies do novo coronavírus por até 24 horas. 
De acordo com o canal Tilt, do Uol, os cientistas afirmam que o composto pode ser usado também como líquido spray para proteger equipamentos em ambientes doméstico, médico e odontológico.
 
A solução pertence à família dos polioxoniobatos, e é chamada comercialmente de INNIB-41. Os testes foram feitos em um laboratório de nível de biossegurança NB-3, para manipulação de vírus que causam doenças graves.
 
"Sintetizamos uma forma nova de polioxoniobato, com capacidade de gerar espécies de oxigênio que desativam de forma eficiente uma elevada carga do coronavírus. Essas espécies de oxigênio são liberadas no meio ao se deparar com uma bactéria ou um vírus", diz o professor do Departamento de Química e líder da pesquisa, Luiz Carlos Oliveira. 
 
Além de ser eficaz contra o vírus, o gel pode ser usado também contra bactérias e fungos, e não causa reações adversas, como o ressecamento da pele. O produto deve ser comercializado nos próximos meses. 
 
Vale lembrar que a maior reserva de nióbio do mundo fica em Araxá (MG), com 842 milhões de toneladas do metal. ""As tecnologias desenvolvidas com o nióbio têm alto grau de ineditismo e grande potencial de geração de valor e podem ser de interesse estratégico e econômico", diz o professor.
 
A estimativa é de que o Brasil possua cerca de 98,4% de todo o nióbio do mundo. 



BN
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário