domingo, 31 de janeiro de 2021

“Policial cantor” faz live pipocada e prepara show online com Unha Pintada; vídeo

 

O “policial cantor” Amado Cigano pipocou nas redes sociais e agora já tem mais de 27 mil seguidores no Instagram. Antes do vídeo em que aparece no karaokê de Itapuã viralizar eram pouco mais de 2 mil fãs.

Na noite de sábado (30/01), o praça sorridente fez uma participação em um pequeno evento na capital baiana e resolveu transmitir ao vivo. O resultado foi excelente e quase 600 internautas acompanharam simultaneamente, entre eles, o vocalista da banda Unha Pintada, o sergipano Aldiran Santana, que já convidou o baiano para uma live. Centenas de pessoas elogiaram a apresentação de Amado. A data do evento online com Unha Pintada ainda não foi divulgada. Enquanto isso, curte um pouco do “praça artista” nos vídeos abaixo:

Brasil receberá até 14 milhões de doses da vacina de Oxford por meio da Aliança Covax, diz governo

 


Informação foi divulgada ontem pelo Ministério da Saúde

[Brasil receberá até 14 milhões de doses da vacina de Oxford por meio da Aliança Covax, diz governo]
Foto : Divulgação/AstraZeneca

A aliança Covax Facility, iniciativa da Organização Mundial de Saúde (OMS) para garantir o acesso com igualdade de condições às vacinas contra a Covid-19, deve enviar de 10 a 14 milhões de doses do imunizante de Oxford ao Brasil a partir de fevereiro.

A informação foi divulgada ontem (30) pelo Ministério da Saúde, que disse ter recebido a estimativa em uma carta enviada pelo consórcio internacional.

No último dia 22, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, já havia anunciado a distribuição das primeiras doses da aliança Covax Facility para o próximo mês, sem detalhar quanto cada país receberia.

A vacina de Oxford já tem registro emergencial aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O pedido de registro definitivo foi feito nesta sexta (29) e está sob análise do órgão.

Na luta contra o rebaixamento, Bahia enfrenta Vasco fora de casa

 


Objetivo do tricolor é manter série de resultados positivos para escapar da degola

[Na luta contra o rebaixamento, Bahia enfrenta Vasco fora de casa]
Foto : Felipe Oliveira / EC Bahia


O Bahia enfrenta hoje (31) o Vasco, fora de casa, com o objetivo de manter uma série de resultados positivos e se distanciar da zona de rebaixamento. A partida acontece às 16h, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro.

Com 36 pontos, o Vasco soma apenas um a mais que o Bahia e está na 14ª colocação, duas posições acima do Esquadrão. Caso o clube baiano vença, chegará aos 38 pontos e ultrapassará o próprio rival. 

A situação fica ainda mais confortável para o tricolor com as derrotas de Fortaleza e Sport, que também lutam para escapar do Z-4.

Amado Cigano: PM que aparece cantando em bar iniciou carreira musical após levar tiro e tem um CD gravado

 

[Amado Cigano: PM que aparece cantando em bar iniciou carreira musical após levar tiro e tem um CD gravado ]
 Soldado Ferreira na corporação e Amado Cigano na música. São com esses dois nomes que o policial e cantor Wellington Ferreira, de 40 anos, se apresenta nas duas profissões que exerce. Há 11 anos na Polícia Militar e há dois na carreira musical, ele viu a sua vida mudar após a divulgação de um vídeo em que aparece cantando fardado em um bar de Salvador. A gravação viralizou e isso não teria agradado a parte da corporação. [veja vídeo ao final da matéria]

Em entrevista ao BNews, Wellington contou que o registro foi feito na noite desta sexta-feira (29) em um quiosque, localizado no bairro de Itapuã. Segundo ele, tudo ocorreu após ele e outros colegas entrarem no estabelecimento para comprar água, cena rotineira em um dia de trabalho de um policial.

“A gente estava cumprindo uma missão na região e em toda incursão tem um momento que a gente para pra tomar uma água e comer algo. A gente entrou em um quiosque para comprar água e lá estava ocorrendo um evento que seguia todos os protocolos recomendados. Quando eu retirei a máscara para beber água, uma pessoa me reconheceu. Depois o músico que estava se apresentando lá, trouxe o microfone, me deu e fiz aquela pequena participação”, relembra Wellington que já possui um CD gravado intitulado "Bebendo e Chorando".

O policial revelou à reportagem que a música serviu como terapia após ter sido baleado no braço durante uma operação no Complexo do Nordeste de Amaralina em 2018. Na época, ele precisou se afastar das ruas enquanto se recuperava.

“Eu me recuperei da situação e a música me ajudou muito. Ela foi minha válvula de escape e minha terapia para eu poder voltar para as ruas, continuar cumprindo a minha missão de atender a população de bem”, afirma o cantor que diz ter apoio dos colegas da PM.

“Tenho um comandante que foi das pessoas que mais me ajudou nesse meu processo de recuperação. Ele me incentivou bastante e foi a pessoa que mais ajudou a me recuperar psicologicamente. Não é fácil superar o fato de ser baleado, o trauma é muito grande”, diz.

Questionado sobre os projetos futuros, ele afirmou que pretende continuar conciliando as duas profissões por tempo indeterminado. “Eu amo o que eu faço. Gosto muito se ser policial. Eu não posso nunca deixar de trabalhar na PM pra viver apenas da música, até porque a música é um futuro muito incerto. Se a fama chegar, beleza, mas o que importa mesmo é que estou fazendo algo que me faz bem, e, além disso, é uma forma de incentivar outras pessoas”, ressalta.

Sobre o fato de o ocorrido não ter agradado membros da polícia, ele frisa que "está se sentindo muito mal por saber que pode ser punido". 

“Houve a intenção de me afastar, mas Deus sabe de todas as coisas. Não fiz nada que desabonasse a minha conduta dentro da corporação. Espero que os comandantes repensem. Nunca respondi um processo administrativo nesses 11 anos que eu tenho na polícia", salienta.

Por meio de nota, a PM-BA afirmou que a conduta do policial será apurada. "A fim de esclarecer os motivos da adoção da postura divulgada no vídeo. Ao final da apuração divulgaremos o resultado a todos os interessados", diz o comunicado.

*Matéria atualizada às 20h26 com posicionamento da PM-BA

Assista ao vídeo:




Presidente da Confederação Nacional de Karatê reuniu-se com filiados em Anápolis Goiás

 


Em visita a Anápolis Goiás o presidente da CNKB Sensei Marcelo Lima, falou com satisfação desse encontro VEJA : 

-------

Estamos mais fortes e mais unidos do que nunca, e com uma vontade de trabalhar que não cabe no peito.


Cabe a cada um valorizar suas verdadeiras amizades. 


Ao lado do meu amigo, irmão e meu vice presidente FEKIGO, sensei Luiz Eduardo , tenho certeza que o karate goiano está trilhando um bom caminho.


Hoje tivemos o nosso primeiro encontro depois do início da pandemia e estamos traçando rumos novos para vencer toda essa situação.


Obrigado à todos os professores, diretores, colaboradores e alunos que participaram hoje de nossa reunião.


Cada vez me sinto mais orgulhoso do trabalho que fazemos.


Oss







Mais 360 doses de Coronavac chegam para Santo Antônio de Jesus*



_Quantidade é destinada a vacinação de idosos a partir de 90 anos em esquema de drive thru_


Dando continuidade à vacinação de pessoas que integram grupos de risco, chegaram neste sábado (30) mais 360 doses do imunobiológico Coronavac. O material será utilizado para vacinação de idosos a partir de 90 anos, de acordo com orientação do governo do estado da Bahia.


Nesta segunda (01), das 10 às 17h, a Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Jesus (PMSAJ) realizará um drive thru em frente à secretaria municipal de Saúde para dar início à vacinação dos idosos que se enquadram nesta etapa. É obrigatório levar a identidade, CPF e o cartão de vacina, bem como o uso da máscara.  


A PMSAJ recomenda que toda a população santoantoniense siga adotando as medidas de prevenção contra a Covid-19 no município como a higienização constante das mãos com sabão ou álcool 70%, distanciamento social e uso da máscara a fim de evitar a proliferação do vírus na cidade polo do Recôncavo Baiano.


*Ascom PMSAJ*


 

sábado, 30 de janeiro de 2021

Divididos, caminhoneiros tentam fazer nova greve na semana que vem

 

Divididos, caminhoneiros tentam fazer nova greve na semana que vem
Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil


Entidades que representam caminhoneiros prometem iniciar uma greve na segunda-feira (1º) para pressionar o governo federal a negociar uma pauta com dez exigências, em uma tentativa de repetir o movimento que, em 2018, parou o país por 11 dias e deu origem à tabela de preços mínimos para os fretes rodoviários.

 

A realização da paralisação, no entanto, não é consenso na categoria, e enfrenta oposição em grupos patronais e do setor produtivo. Prestes a começar o escoamento das safras de milho e soja, o agronegócio -que apoiou o movimento de 2018- diz que obstruir a logística neste momento seria irresponsável.

 

Pelo menos quatro entidades anunciaram participação e estão convocando caminhoneiros a não pegar a estrada na semana que vem. Para os que estiverem fora de suas cidades, os sindicatos, confederações e associações estão sugerindo que os motoristas busquem postos de parada, encostem os caminhões e conversem com outros.

 

Lideranças dizem acreditar que em até três dias conseguirão que 80% dos motoristas autônomos deixem suas boleias e participem da mobilização. Confirmaram adesão à greve CNTRC (Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas), criado no ano passado, CNTTL (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística), ANTB (Associação Nacional de Transporte no Brasil) e Abrava (Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores).

 

A pauta de reivindicações traz questões como a necessidade de um marco regulatório do transporte e de uma jornada de trabalho para esse tipo de função. Entre as lideranças, porém, são listados como "a gota d'água" para a mobilização marcada a falta de efetividade da aplicação do piso mínimo de frete, o preço do óleo diesel e as regras para a aposentadoria de motoristas -somente os que conduzem material inflamável conseguem enquadramento especial junto ao INSS.

 

Falta também fiscalização da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) para o cumprimento do piso do frete, dizem. Os motoristas alegam que o piso não é um tabelamento, mas uma garantia de que os custos mínimos da viagem serão pagos.

 

Em um percurso de quase 600 quilômetros entre Ijuí e Rio Grande, no Rio Grande do Sul, o motorista recebe R$ 35 pelo frete; se o piso fosse aplicado, ele deveria receber R$ 72, segundo o porta-voz da CNTTL, Carlos Alberto Litti Dahmer. "Há uma disparidade entre os ganhos do setor agrícola, e que é merecido, e dos caminhoneiros. Só que até hoje eu não vi navio atracar na lavoura. Em algum momento da produção, é do caminhão que eles precisam", disse.

 

Para os grupos contrários à paralisação, o momento é inoportuno. A CNTA (Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos) divulgou nota em que diz reconhecer as dificuldades enfrentadas pelos motoristas, mas descarta a paralisação devido à "delicada realidade que o país está passando". Até entre os que participaram do movimento anterior há discordância quanto à paralisação.

 

José da Fonseca Lopes, presidente da Abcam (Associação Brasileira dos Caminhoneiros), da Conftaq (Confederação Nacional dos Caminhoneiros e Transportadores Autônomos de Bens e Cargas), e um dos líderes do movimento de 2018, diz acreditar que a paralisação deste ano não terá força.

 

"O momento não é adequado por causa da pandemia. Já estamos em uma situação de desgraça, imagina fazer aglomeração, ficar sem combustível, sem alimentação", disse. Segundo ele, as entidades que comanda representam 65 sindicatos.

 

Já Wallace Landim, o Chorão da greve de 2018 e atual presidente da Abrava, que convoca a paralisação, diz que o governo Jair Bolsonaro (sem partido) trata os caminhoneiros com descaso e falta de respeito. Na sexta (29), um operador de exportações disse à Reuters que a greve preocupa, mas que as informações que chegam ao setor são de que o movimento não terá a mesma força, pois não tem o apoio da sociedade para realizar bloqueios.

 

Segundo Plínio Dias, do conselho de transporte, não estão previstos fechamento de rodovias. Se isso acontecer, segundo ele, partirá de grupos isolados. Associações, cooperativas e sindicatos que atuam na Baixada Santista divulgaram na quinta (28) nota e vídeo no qual duas lideranças, uma de Santos e outra do Guarujá, dizem ter decidido não participar do movimento. As reivindicações, afirmam, são justas, mas o momento é inoportuno.

 

Gilberto Benzi, que foi candidato a vice-prefeito pelo PSL em chapa derrotada no ano passado, aparece junto aos caminhoneiros. Outra figura política que se manifestou contra a mobilização foi o deputado distrital pelo Distrito Federal Valdelino Barcelos (PP). Caminhoneiro, ele esteve na greve de 2018. Em publicação em suas redes sociais, o parlamentar afirma não apoiar a paralisação, que poderia levar o país a uma crise mais profunda.

 

A existência de vozes contrárias ao movimento é vista como natural por Luis Fernando Ribeiro Galvão, representante do conselho em São Paulo e presidente do Sindicato dos Motoristas Autônomos de Guarulhos. Para ele, é reflexo de uma disputa política pelo protagonismo do movimento. "Quem nos pediu para fazer [a greve] foram os próprios motoristas porque eles não estão aguentando mais", disse. O apoio ao presidente, no entanto, continua firme entre os motoristas, segundo ele. "Continuamos apoiando Bolsonaro, mas nossa situação é de fome."

 

Grupos patronais, como a Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística e a CNT (Confederação Nacional do Transporte) também divulgaram notas contrárias à paralisação. O Ministério da Infraestrutura disse, em nota, que tem uma agenda permanente de diálogo com as principais entidades representativas da categoria por meio do Fórum do Transporte Rodoviário de Cargas.




BN

Bahia já vacinou mais de 167 mil pessoas contra Covid-19 até este sábado

 

Bahia já vacinou mais de 167 mil pessoas contra Covid-19 até este sábado
Foto: Divulgação/ Secom-GOVBA

A Bahia vacinou 167.563 pessoas contra Covid-19 até as 17h58 deste sábado, segundo dados disponibilizados pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Deste total, receberam a primeira dose do imunizante 146.894 profissionais de saúde da linha de frente de combate à doença. 

 

Dentre as 100.268 doses aplicadas até o momento, 38.100 foram aplicadas em Salvador, o município baiano que mais vacinou até agora. No entanto, os dados da pasta estão atualizados, já que a prefeitura  registrou, até as 18h deste sábado, 46.599 vacinados.


BN

Inep suspende aplicação do Enem digital em Macapá

 

Inep suspende aplicação do Enem digital em Macapá
Foto: Marcelo Casal Jr./ Agência Brasil


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) cancelou a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) digital no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá (Ifap), em Macapá, neste domingo (31) e no próximo, 7 de fevereiro. Segundo o Inep, a decisão foi tomada após o prédido do Ifap ser interditado pela Defesa Civil do Amapá, em razão de problemas estruturais nos blocos onde seria aplicado o exame. 

 

De acordo com informações da Agência Brasil, os 111 inscritos que fariam o exame na instituição poderão fazer as provas nos dias 23 e 24 de fevereiro. Esses participantes não precisarão solicitar a reaplicação no sistema, visto que já estão confirmados na nova data, de acordo com o Inep. A aplicação do Enem Digital está confirmada nos outros locais de provas da capital amapaense, para 671 participantes.

 

Ainda segundo a Agência Brasil, o Inep diz que os participantes afetados pela decisão estão sendo informados por e-mail e pela Página do Participante. O novo local será informado posteriormente, também pela Página do Participante. 

 

Enem digital 

A primeira edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) digital começa amanhã. O exame será aplicado de forma piloto para um número reduzido de participantes, mas já poderá ser usado para concorrer a vagas no ensino superior. Ao todo, estão inscritos 93 mil estudantes em 104 cidades. Embora seja feito pelo computador, os candidatos deverão ir até os locais de prova e, assim como no Enem impresso, levar caneta esferográfica de cor preta.  

 

Por conta da pandemia do novo coronavírus, os participantes que tiverem sintomas da covid-19 ou outra doença infectocontagiosa não devem comparecer ao exame e devem solicitar a reaplicação do exame pela Página do Participante. O prazo para que isso seja feito ainda será divulgado pelo Inep. O uso de máscaras, cobrindo o nariz e a boca, é obrigatório. 

 

O Enem 2020 tem uma versão impressa, que foi aplicada nos dias 17 e 24 de janeiro, e uma versão digital. Cerca de 2,5 milhões de estudantes fizeram as provas do Enem impresso, o que corresponde a menos da metade dos inscritos. A aplicação piloto do Enem digital deverá ser o início de mudanças no exame nacional. A intenção é que o exame seja totalmente digital até 2026.


BN

Bolsonaro diz que não é obrigação do governo levar oxigênio para o Amazonas

Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reuters)

 

O presidente Jair Bolsonaro defendeu neste sábado (30) que “não é competência” e “nem atribuição” do governo federal levar oxigênio para o Amazonas. O estado, que enfrenta colapso no sistema de saúde, teve a crise agravada pela falta do insumo para atender pacientes da Covid-19.

O presidente disse que o governo federal enviou recursos financeiros para o estado enfrentar o problema. “Não é competência nossa e nem atribuição levar o oxigênio pra lá, demos os meios”,afirmou Bolsonaro.

Bolsonaro elogiou ainda a atuação do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, dizendo que “não há omissão” diante da crise. “Ele trabalha de domingo a domingo, vira a noite, duvido que com outra pessoa teria tido a resposta que ele está dando”, declarou.

“Agora, ele (Pazuello) ficou sabendo em uma sexta-feira do problema do gás e na segunda foi em Manaus, na terça programou tudo e na quarta começou a chegar já o oxigênio lá com aviões da força aérea e balsa. Logo depois ele começou a transportar o pessoal doente também de Manaus para outras capitais aí da redondeza em especial para os hospitais universitários”, completou.

A Polícia Federal iniciou uma investigação sobre a conduta do ministro na crise sanitária do Amazonas. O ministro enviou 120 mil unidades de hidroxicloroquina, que não tem eficácia comprovada contra a Covid-19.

(Bahia Notícias)



SALVADOR : Policial fardado chama atenção em Bar de Salvador nesta sexta-feira (29)


Bem descontraído o Policial canta e toma tranquilamente sua água mineral , mostrando o bom convívio da autoridade policial com a sociedade.
A informação é que o policial é músico filho de Nazaré Bahia, chama-se Wellington Ferreira e é conhecido como Amado Cigano.


SAJ: fotos dos ex-vereadores encontradas na SMTT serão restauradas, afirma presidente da Casa Legislativa

 

Na quinta-feira (28), em sessão extraordinária, a Câmara de vereadores de Santo Antônio de Jesus votou alguns projetos para o município, entre eles, a renovação do  convênio com a Santa Casa de Misericórdia e projeto para convênio da prefeitura com a AMO Animais. Em entrevista ao repórter Itajaí Júnior, o presidente da Casa Legislativa, Francisco Damasceno, afirmou que os debates ocorreram de forma coesa.

O vereador Uberdan Cardoso pediu revisão do projeto referente  a Amo Animais. “É uma ação feita no município que é de grande importância. A gente sabe que o pessoal da Amo Animais faz aquilo gratuitamente, e nós precisamos do apoio. Se o poder público for fazer, tenho certeza que seria bem mais caro. Estou trabalhando há duas semanas nesse projeto, tenho certeza que chegaremos a um denominador comum”, explicou o vereador, afirmando ainda que terá uma reunião com o prefeito Genival, para adequação do projeto e votação na próxima semana.

Foi divulgado no site PIRÔPO NEWS vídeo  em que os quadros com as fotografias dos ex-vereadores de Santo Antônio de Jesus estavam acomodados nos corredores da SMTT.  Sobre o assunto, Chico afirmou  que ficou comovido com depoimentos de alguns filhos dos ex-edis, por isso já teve uma conversa com a Mesa Diretora, para que os quadros sejam restaurados e retornem para Casa Legislativa. “Os vereadores que ali passaram têm uma história. Assim também, farei um memorial com todos os ex-presidentes da Câmara”, finalizou

Governo quer acelerar novo Bolsa Família para evitar por volta do auxílio emergencial


Governo quer acelerar novo Bolsa Família para evitar por volta do auxílio emergencial

O governo federal busca acelerar a reformulação do programa Bolsa Família para ganhar tempo e tentar diminuir a pressão por uma nova rodada do auxílio emergencial. Em outra investida, o Ministério da Economia tem escutado especialistas e outros setores do governo para reformular as regras do benefício, criado para ajudar as famílias na pandemia de covid-19. O objetivo é focalizar a concessão do auxílio e, consequentemente, reduzir o seu custo.

 

O movimento coordenado sinaliza que a área econômica não pretende ceder à pressão pela renovação imediata do auxílio. Na área econômica, a avaliação do “grupo fiscalista” de assessores do ministro Paulo Guedes é de que é preciso esperar um pouco mais para conceder o auxílio.De acordo com uma fonte escutada pelo Jornal O Estado de São Paulo, o mercado financeiro, resistente a que o governo se endivide ainda mais para bancar a ajuda adicional, está assimilando a nova rodada do benefício.

 

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, disse na quarta-feira passada em entrevista à Rádio Bandeirantes que o novo desenho do Bolsa Família está pronto e deve ser lançado já na próxima semana. Após ter trabalhado na reformulação, Onyx pode em breve deixar a pasta para dar lugar a um nome indicado pelo Centrão. Segundo o Estadão/Broadcast, o novo desenho do Bolsa Família deve elevar o valor médio do benefício dos atuais R$ 190 para R$ 200. Haverá ainda um ajuste no critério de renda para ingressar no programa, que vai permitir a inclusão de cerca de 300 mil famílias.

Paraná Pesquisas: 56,4% dos brasileiros são contra impeachment; 38,8%, a favor

Paraná Pesquisas: 56,4% dos brasileiros são contra impeachment; 38,8%, a favor

A maioria dos brasileiros é contrária ao impeachment de Jair Bolsonaro. Segundo levantamento do Instituto Paraná Pesquisas divulgado neste sábado (30), 56,4% dos entrevistados não concordam que o presidente seja retirado do cargo. Já 38,8% são favoráveis ao impeachment, enquanto 4,8% não sabem ou não preferiram opinar.

Foto: Reprodução / Paraná Pesquisas

 

Das cinco regiões brasileiras pesquisadas pelo instituto, o Nordeste tem o maior percentual de pessoas que defendem o impeachment, de 43,2%. No entanto, por aqui, como no resto do país, a maioria da população - 52,1% - é contra a saída de Bolsonaro.

 

Foto: Reprodução / Paraná Pesquisas

 

A pesquisa ouviu 2002 eleitores, em 204 municípios dos 26 estados e do Distrito Federal, entre os dias 22 e 26 de janeiro de 2021. A margem de erro do levantamento é de 2 pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%. 

Internado no HRSAJ, santoantoniense precisa fazer cirurgia em hospital de Salvador para sobreviver; conheça a história


https://www.piroponews.com/2021/01/internado-no-hrsaj-santoantoniense.html


Na manhã deste sábado ( 30 ), o site PIRÔPO NEWS, recebeu  a informação que um Deputado teria conseguido , porém vários vereadores e Deputados pediram pelo paciente.

Em carta aberta postada nas redes sociais,  João Paulo Rodrigues pede ajuda para  conseguir a transferência do irmão Rodrigo Aguiar, que está internado no HRSAJ, para  fazer cirurgia cardiovascular  em um hospital da capital baiana.

De acordo com a carta, o rapaz está há 9 dias  na UTI do HRSAJ, com uma artéria do coração dilacerada, apenas mantendo-se os seus sinais vitais. “O problema de saúde dele é dissecção da aorta, doença que mata 10% dos acometidos nas primeiras 4 horas de internação, 60% na primeira semana, e 90% nos primeiros 14 dias seguintes sem o tratamento cirúrgico adequado. Meu irmão está completando 9 dias hoje sem uma solução (respirando por aparelhos”, detalhou.

Segundo o advogado, o judiciário baiano determinou que o governador e o secretário de saúde providenciassem o tratamento dele em rede pública ou privada de saúde num prazo de 48 horas, porém, tais autoridades não cumpriram a ordem judicial.

Veja a carta na íntegra:

Prezado(a)  
Sou advogado e estou há 9 dias com meu irmão internado no Hospital Regional de SAJ-BA, em UTI, com uma artéria do coração dilacerada, apenas mantendo-se os seus sinais vitais enquanto aguarda uma vaga de UTI para cirurgia cardiovascular na capital baiana. O problema de saúde dele é dissecção da aorta, doença que mata 10% dos acometidos nas primeiras 4 horas de internação, 60% na primeira semana, e 90% nos primeiros 14 dias seguintes sem o tratamento cirúrgico adequado. Meu irmão está completando 9 dias hoje sem uma solução (respirando por aparelhos). O judiciário baiano determinou que o governador e o secretário de saúde providenciassem o tratamento dele em rede pública ou privada de saúde num prazo de 48 horas, porém, tais autoridades não cumpriram a ordem judicial. Estou com um documento, assinado pelo governador da Bahia onde ele afirma ao juiz da causa que não é sua atribuição resolver tal problema do meu irmão e que ele deve ser retirado do processo.  Por esse motivo, venho implorar que este jornal entre em contato comigo para que eu possa explicar melhor o caso e para que possa divulgar essa situação. Não posso ver meu irmão morrer sem nada fazer por ele. Ele é jovem, pois, tem apenas 39 anos de idade, tem dois filhos pequenos sendo um com 1 ano de idade e outra com 7 anos, além de esposa que depende dele economicamente.  Fico no aguardo dessa imprensa, última via  na tentativa de salvar a vida do meu irmão e espero contar com o apoio de vocês. Aguardo ligação para entrevista e esclarecimento dos fatos.
Att,  
João Paulo Rodrigues de Aguiar  
Advogado – OAB/BA – 26.659  
Telefone/WhatsApp (75) 98890-0665

Decreto que proíbe shows e aulas na Bahia é prorrogado até 7 de fevereiro


Decreto que proíbe shows e aulas na Bahia é prorrogado até 7 de fevereiro

O governo do estado decidiu prorrogar o decreto que suspende os shows e as aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada em toda a Bahia, em combate à proliferação do novo coronavírus. A prorrogação será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (30) e valerá até o dia 7 de fevereiro de 2021.

 

O decreto ainda proíbe a realização de atividades com público superior a 200 pessoas, como passeatas, feiras, circos, eventos científicos, desportivos e religiosos. Shows e festas, públicas ou privadas, seguem proibidos independentemente do número de participantes.

 

Cerimônias de casamento e solenidades de formatura podem ser realizadas desde que limitadas a até 200 pessoas. A parte festiva desses eventos não está permitida.

Após ser atropelada santoantoniense pede ajuda em vaquinha para custear tratamentos

A santoniense Berenita que trabalha como diarista em Salvador pede através de uma vaquinha virtual  ajuda para custear tratamentos após ter sofrido um acidente. A diarista foi atropelada há cerca de três meses por um ônibus que faz transporte coletivo, quando ia a um mercado na capital baiana.

Nice, como a vítima também é conhecida, teve uma grave lesão na perna direita e desde então já passou por quatro cirurgias, chegando a ficar alguns dias na UTI. Ela não tem recebido nenhuma ajuda da empresa de transportes, mas precisa urgentemente começar a fisioterapia.

Além da fisioterapia, ela precisa de remédios, alimentação diferenciada e gasta com transportes para ir ao médico constantemente. Na situação atual, Nice não pode trabalhar como diarista, nem vender os costumeiros lanches na praia para complementar a renda.

Como não tem carteira assinada, nem auxilio do INSS, a família da vítima organizou uma vaquinha online com a finalidade de arrecadar  um valor que a ajude a se manter até que se quadro de saúde melhore.

Ajude a Nice através da vaquinha virtual: CLIQUE AQUI.

informações blogdovalente

PF investiga possível enriquecimento ilícito de ex-diretor do Denatran


PF investiga possível enriquecimento ilícito de ex-diretor do Denatran

A Polícia Federal apura se um ex-diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) enriqueceu ilicitamente no período em que exerceu o cargo. Com salário líquido de R$ 5,5 mil, Carlos Magno de Oliveira é proprietário de uma casa avaliada em R$ 2 milhões, num condomínio fechado no entorno de Brasília. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 

Oliveira é funcionário público do governo federal desde 2006 e ocupou diversos cargos no Denatran. Em 2019, no início do governo de Jair Bolsonaro, chegou ao posto de diretor da autarquia de forma interina. No dia 4 de janeiro, porém, ele foi transferido para a Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia.

 

Na semana passada, ele foi alvo de uma operação que apura suspeita de desvio de dinheiro no órgão vinculado ao Ministério da Infraestrutura. Investigadores estiveram no imóvel em busca de documentos.

 

A investigação da qual ele é alvo apura se Oliveira, com a ajuda de outros funcionários, burlava o sistema de gravames do Denatran com a finalidade de desviar dinheiro público. O sistema é usado para registrar se um veículo está atrelado a algum tipo de contrato, como o de financiamento, servindo como uma garantia.

 

Segundo o Ministério da Infraestrutura, foi a própria pasta, por meio da Subsecretaria de Conformidade e Integridade (SCI), que encaminhou a denúncia à Polícia Federal. O ministério disse que Oliveira foi afastado do cargo, conforme determinação da Justiça Federal.

 

Localizado em Cidade Continental, em Goiás, o condomínio onde foi realizada a operação de busca e apreensão abriga casas amplas, com jardim e inclusive piscina, em alguns casos, em uma região próxima à floresta nativa. A entrada do condomínio é reforçada com muros e grades. Seguranças vigiam o local 24 horas por dia e os moradores só entram após apresentar um cartão de acesso às dependências.

 

A Operação Gravame, deflagrada na semana passada pela PF, investiga se Oliveira e outras pessoas ligadas a ele utilizaram uma empresa “fantasma” para lavar dinheiro público desviado do Denatran.

 

As apurações iniciais feitas internamente pela própria pasta indicaram que Oliveira apresentou crescimento patrimonial e efetuou gastos incompatíveis com sua renda. “(A operação) teve como origem apuração enviada pelo Ministério da Infraestrutura, no âmbito do programa Radar Anticorrupção, em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU)”, disse o Ministério da Infraestrutura por meio de nota.

 

“As investigações iniciais levantadas pela própria subsecretaria do Ministério da Infraestrutura (MInfra) demonstraram que o servidor suspeito, alvo da operação, apresentou crescimento patrimonial e realização de gastos incompatíveis com sua renda. A Justiça Federal determinou o afastamento preventivo do servidor público suspeito de suas funções pelo prazo inicial de 30 dias. No entanto, ele já está afastado de suas funções no MInfra desde agosto de 2019 e responde a processo administrativo por improbidade”, informou a nota. “Os detalhes das investigações estão a cargo da Polícia Federal. O Ministério da Infraestrutura é a origem da investigação e não o alvo”.

SALVADOR: Drive-thru no Parque de Exposições para vacinação começa a funcionar neste sábado

Drive-thru no Parque de Exposições para vacinação começa a funcionar neste sábado

A prefeitura de Salvador montou um drive-thru no Parque de Exposições de Salvador para vacinação contra Covid-19. A estrutura começa a funcionar já neste sábado (30) e, até segunda (1º), terá atendimento das 8h às 17h. Com isso, a cidade passa a ter pontos de vacinação do tipo. Já estão em funcionamento os drives da Arena Fonte Nova, do Centro de Convenções e do Complexo de Saúde Clementino Fraga (5º Centro).

 

Poderão se vacinar no Parque de Exposições os funcionários dos seguintes hospitais da rede privada: Jorge Valente, Cárdio Pulmonar, São Rafael, Hospital da Bahia, Teresa de Lisieux e Aliança.

 

Além dos quatro drive-thrus, a campanha de vacinação acontecerá, de sábado até segunda, em outros 11 postos de saúde da capital baiana, também das 8h às 17h. Servidores da Secretaria Municipal da Saúde que atuam na Atenção Básica, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Multicentros, Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Serviços de Atendimento Especializado (SAE), Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Pronto Atendimento (PA) e Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) também estão incluídos na estratégia desse final de semana.

 

A lista dos trabalhadores a serem vacinados está no site www.saude.salvador.ba.gov.br/servicos/servicos-online/vacinacao-profissionais/. Aquele profissional que não tiver com o nome na lista deverá se dirigir aos pontos de vacinação. Os mesmos devem procurar a unidade onde trabalha para esclarecimentos, orienta a secretaria. 

 

Segundo o secretário municipal de Saúde Leo Prates, a autorização para instalar um ponto de vacinação no Parque de Exposições veio do governador Rui Costa e do secretário estadual de Saúde Fábio Vilas-Boas. “Vai dar mais comodidade aos guerreiros da saúde de hospitais”, disse Prates sobre a novidade


Foto: Bruno Concha/ Secom

Janeiro Roxo: Nordeste é região com mais casos de hanseníase no Brasil


Janeiro Roxo: Nordeste é região com mais casos de hanseníase no Brasil

Em números absolutos, o Nordeste é a região que possui mais casos de hanseníase no Brasil. Segundo levantamento da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), 43% dos infectados no país na última década moravam em algum estado nordestino. A Bahia é o quinto estado no ranking do país, com 24.393 registros da doença, enquanto Maranhão, Mato Grosso, Pará e Pernambuco ocupam as quatro primeiras posições.

 

A hanseníase, antigamente conhecida como "lepra", é causada por uma bactéria que acomete a pele e os nervos periféricos. Entre os sintomas, de acordo com a médica e coordenadora do Departamento de Hanseníase da SBD, Sandra Durães, estão manchas na pele - que podem ser brancas, rosas ou vermelhas -, caroços, áreas vermelhas elevadas, alteração da sensibilidade, dormência, formigamento e diminuição da sensibilidade e/ou da força muscular de pés e mãos. "Além disso, os pacientes podem apresentar perda dos pelos da sobrancelha, sensação de nariz entupido", revela a especialista. 

 

De acordo com Araci Pontes, assessora do Departamento de Hanseníase da SBD, o fator social e o alto índice populacional do Nordeste são preponderantes para a maior incidência. "A hanseníase tem uma prevalência maior na classes mais desfavorecidas, porque é uma doença que se transmite pelas vias aéreas. Aglomerados de pessoas com condições de moradia não satisfatória, com muitas pessoas morando juntas em condições precárias, favorecem a transmissão da doença. Em termo de número de casos, o Nordeste tem um número grande também porque tem uma população maior. Proporcionalmente, você vê que o segundo estado mais endêmico está no Mato Grosso", afirma. 

 

O preconceito também vigora entre pacientes da doença, que por vezes demoram para procurar ajuda médica com medo de serem julgados pela sociedade. "As pessoas muitas vezes evitam, têm medo do diagnóstico porque acham que podem ser segregados da família, do trabalho. Ficam escondendo as manchas e não procuram profissional por receio desse estigma. A gente está tentando trabalhar esses conceitos no janeiro roxo", revela. O Janeiro Roxo foi instituído em 2016 pelo Ministério da Saúde, com objetivo de alertar sobre a prevenção da doença. O último dia de janeiro (31) é o Dia Mundial do Combate à Hanseníase. 

 

Apenas 10% da população mundial é suscetível a desenvolver o problema. Ou seja, 90% pode ter contato com o vírus e não terá nenhum sintoma. Entre esses que podem desenvolver, há dois tipos, explica Sandra Durães. 

 

"Temos aqueles que apresentam poucas lesões na pele, nos nervos periféricos e pequena carga bacilar e não são contagiosos. Esse pacientes são ditos paucibacilares. Em seu oposto, temos pacientes que apresentam grande carga bacilar. Grande número de lesões cutâneas. O tratamento desses pacientes é diferente. O primeiro tipo precisa tomar antibiótico por seis meses. O segundo, por doze meses", conta. 

 

Em ambos os casos, o tratamento precoce é fundamental para reverter o quadro. "Após uma semana do início do tratamento, por mais que a pessoa tenha uma quantidade grande de bacilos, ela já não vai mais transmitir. Por isso que não isola mais a pessoa, não está mais transmitindo. Transmitiu antes de ser tratado. Não é preciso esperar o final do tratamento para conviver normalmente", explica Araci Pontes.

 

A hanseníase dificilmente é fatal, porém pode gerar sequelas eternas, como cegueira, fraqueza nas mãos e nos pés, dificuldade para se locomover e fazer outras atividades comuns do cotidiano. 

 

Na Bahia, segundo números apurados pela SBD no Sinan/MS, em 2010 os casos novos diagnosticados com algum tipo de deformidade (Grau 2) e com diminuição ou perda da sensibilidade nos olhos, mãos ou pés (Grau 1) representavam 22% do total. Os últimos dados nacionais disponíveis, referentes a 2019, mostram que essa proporção não apresentou melhora, com a manutenção do índice na mesma faixa (22%).

 

Atrás do Nordeste no número de casos absolutos da hanseníase, estão Centro-Oeste, com 19,5%, seguido do Norte (19%) e Sudeste (15%). Somente 3,5% dos novos pacientes identificados nos últimos dez anos estão no Sul do Brasil.