segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Bruno Reias fecha praias de Salvador; Ilha de Itaparica teima, desafia e deixa litoral totalmente aberto.

 

O prefeito Bruno Reis anunciou nesta segunda-feira (22) novas medidas para complementar o novo toque de recolher determinado pelo governador Rui Costa, nesta segunda-feira (22). Em Salvador, as praias voltarão a ser fechadas por ao menos sete dias, a partir desta quarta-feira (24). Os clubes sociais também voltarão a ser fechados na quarta.

Já a partir de terça-feira (23), todos os campos e quadras da cidade serão fechados e a prefeitura vai retirar a iluminação desses locais. Assim como as praias, as medidas também serão válidas por sete dias, e podem ser prorrogadas.

“Essas medidas não descartam que outras medidas mais necessárias sejam aplicadas nessa semana. Nem eu e nem o governador, hesitaremos em fechar tudo e desativar a segunda fase e primeira fase, se houve risco de colapso. O risco existe e está aí”, disse o prefeito Bruno Reis.

Na Região Metropolitana de Salvador, já estão com praias fechadas os municípios de Lauto de Freitas, Camaçari e Mata de São João.

Ilha de Itaparica continua com praias abertas

Mas a Ilha de Itaparica, que fica bem em frente a Salvador (12 KM), os municípios de Vera Cruz e Itaparica continuam com as praias totalmente abertas. Nos feriadões e finais de semana, a Ilha de Itaparica tem recebido milhares de visitantes procedentes da capital e de várias cidades do Recôncavo e Sul da Bahia.

Basicamente, na Ilha de Itaparica, só existem medidas restritivas para conter o avanço do coronavirus por conta do decreto de toque de recolher do governador Rui Costa, que começou a vigorar na última sexta-feira e que foi ampliado no domingo (21).

Nas redes sociais e nos grupos de WhatsApp, moradores da Ilha de Itaparica têm feito apelo para que as prefeituras de Vera Cruz e Itaparica também decretem o fechamento das praias e anunciem medidas que ampliem a nível local o decreto governamental. Mas até agora, as prefeituras não se pronunciaram.




REDAÇÃO DO JORNAL DA MÍDIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário