segunda-feira, 1 de fevereiro de 2021

Jovem de 22 anos morre em Rio Claro esfaqueada pelo marido




Feminicídio foi motivado por uma discussão. Autor do crime foi preso em flagrante pela PM.

Uma jovem de 22 anos morreu em Rio Claro (SP) esfaqueada pelo marido na noite de domingo (31).

O auxiliar de produção Erivelton Pereira da Silva fugiu, mas acabou preso em flagrante pela Polícia Militar. A polícia informou que ele não apresentou advogado.

Segundo a PM, o feminicídio aconteceu na Avenida 14 com Rua 2, no Jardim Brasília, e foi motivado após uma discussão entre o casal.

A vítima identificada como Miriam Tosta da Silva foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do 29, mas não resistiu.

O Conselho Tutelar foi acionado e levou o filho de 8 meses do casal para a avó materna.

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, a mulher teria acessado o celular do marido e visto o acesso a um site de relacionamentos, o que teria motivado a discussão.

Após esfaquear a vítima, o marido fugiu em um veículo modelo Fiat Pálio. Segundo a PM, uma testemunha ligou para o autor do crime e um policial militar que atendia a ocorrência conversou com o suspeito por uns 20 minutos e o convenceu a se entregar.

O auxiliar de produção foi detido em um posto de combustíveis entre a Rua 14 e a Avenida 14.

De acordo com o B.O., o suspeito disse em depoimento que a vítima se alterou quando viu o celular e “começou a agredi-lo com uma vassoura enquanto preparava o jantar, sendo que ele já estava na posse da faca de cozinha, não esperando que aconteceria tal desfecho”.

O marido disse ainda que quis prestar socorro, mas que foi impedido pelos vizinhos, quando então acabou deixando o local, mas depois desejou se entregar à polícia.

A faca usada no crime foi encontrada no chão da cozinha no andar superior da casa.

g1

Nenhum comentário:

Postar um comentário