sexta-feira, 4 de junho de 2021

Bruno Reis justifica encontro com Bolsonaro: 'Cumprindo papel como prefeito'


Bruno Reis justifica encontro com Bolsonaro: 'Cumprindo papel como prefeito'

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), justificou o encontro com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na última quarta-feira (2), em Brasília . 

 

“Sempre disse que colocaria o interesse da cidade acima de qualquer questão politica para a cidade. Ia construir as pontes pra fazer a cidade avançar”, afirmou, em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (4).

 

Bruno afirmou que já havia indicado que levaria projetos para a cidade aos governos federal e estadual. “Tenho convicção que essa é a melhor postura. É dessa forma que estou cumprindo meu papel como prefeito e tenho certeza que essa é a melhor posição”, acrescentou.

 

Questionado se a reunião atrapalharia os planos políticos do presidente do DEM, ACM Neto, Bruno rechaçou, e disse que foi aconselhado pelo próprio ex-prefeito de Salvador, que vem intensificando as críticas Bolsonaro desde a nomeação de João Roma como ministro da Cidadania. “Ele [Neto] sempre disse: 'você tem que procurar todo mundo. Seu papel é governar a cidade e você tem que ter a capacidade de fazer as pontes, articulações'”, disse Bruno.

 

No encontro, além de Bruno e Bolsonaro, estiveram o ministro João Roma (Cidadania) e os deputados federais Márcio Marinho (Republicanos), Arthur Maia (DEM) e Jonga Bacelar (PL). Num momento, todos posaram para foto sem máscara.

 

Uma das pautas do prefeito na capital federal foi a liberação de recursos das obras do trecho 2 do BRT. Na cidade, Bruno, Roma e o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, assinaram a ordem de serviço para o início da obra desta etapa do empreendimento .



Roma, Marinho e Bruno assinam ordem de serviço de obra para trecho 2 do BRT | Foto: Divulgação

 

Dentre outros assuntos, o prefeito soteropolitano afirmou que discutiu a liberação de recursos para habilitação de leitos para Covid-19, especialmente na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Santo Antônio, na Cidade Baixa.


por Ailma Teixeira / Matheus Caldas

Nenhum comentário:

Postar um comentário