OLIMPÍADAS


quinta-feira, 17 de junho de 2021

CPI: Wizard não comparece e Aziz pede que seu passaporte seja apreendido

 

CPI: Wizard não comparece e Aziz pede que seu passaporte seja apreendido
Foto: Beto Barata/PR


O presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM), solicitou que o passaporte do empresário Carlos Wizard seja recolhido. Ele não compareceu ao Senado para prestar depoimento nesta quinta-feria (17).

 

Apontado por outros depoentes como membro do chamado "gabinete paralelo" do Palácio do Planalto, responsável por orientar Jair Bolsonaro sobre a pandemia, Wizard era esperado para prestar esclarecimentos aos senadores.

 

"Me espanta um cidadão procurar o STF para ficar em silêncio nas perguntas feitas a ele. E ele não aparece. Por que foi ao Supremo se não vinha? Respeitamos as medidas adotadas pelo Supremo. Mas Wizard tem que entender que a Justiça brasileira tem outras coisas para fazer", disse Omar Aziz.

 

O presidente da Comissão também pediu que ele seja encaminhado a prestar depoimento pelas autoridades judiciárias e que seu passaporte seja recolhido até que a CPI consiga ouvi-lo.

 

Alvo da CPI, Wizard sofreu quebra de sigilo telemático, telefônicos, fiscal e bancário, medida aprovada pela maioria da comissão.

 

Nesta quarta (16), o ministro do STF Luis Roberto Barroso conceceu ao empresário o direito de ficar calado em seu depoimento. A decisão também impede prisão de Wizard durante depoimento.




BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário