OLIMPÍADAS


segunda-feira, 30 de agosto de 2021

Atletismo brasileiro garante três medalhas e quebra recorde nesta segunda-feira

Atletismo brasileiro garante três medalhas e quebra recorde nesta segunda-feira
Foto: Wander Roberto/CPB

 

A manhã de segunda-feira (30) foi de medalhas para o Brasil nas paralimpíadas de Tóquio. Em uma manhã de finais no atletismo o país já conquistou duas pratas. As medalhas foram conquistadas por Vinicius Rodrigues nos 100m T63 e Alessandro Rodrigo no arremesso do peso F11, para deficientes visuais. Já a atleta Beth Gomes garantiu o ouro quebrando o recorde mundial na modalidade

O ouro veio no arremesso de peso femino na categoria F52 feminino com a atleta Beth Gomes. Sexta a entrar, a atleta brasileira já garantiu o ouro em seu primeiro arremesso com 15,68m. Mesmo assim, seguiu competindo e melhorou a marca para 16,35 na terceira tentativa. No fim da prova, a atleta ainda quebrou o recorde mundial da modalidade atingindo a marca de A prata ficou com Lana Lebedieva, da Ucrânia, com 15,48m

Alessandro Rodrigo terminou em segundo lugar a prova do arremesso do peso na classe F11, para deficientes visuais. Na sua última tentativa ele fez sua melhor marca no ano, 13m89m, para confirmar a medalha de prata. O ouro ficou com o iraniano Mahdi Oladi, com 14,43m.

Nos 100m  Vinicius Rodrigues, ficou com a prata após terminar a prova apenas um centésimo atrás do russo Anton Projhorov, vencedor do ouro. “Hoje a a vodka ganhou da cachaça", brincou o atleta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário