OLIMPÍADAS


quinta-feira, 26 de agosto de 2021

Promotor vira réu por feminicídio

 


Por unanimidade, promotor André de Pinho vira réu pela morte da mulher em BH

Lorenza Maria de Pinho morreu, em abril, no apartamento em que morava com o promotor e os filhos na Região Oeste de Belo Horizonte. Ele foi denunciado por homicídio, qualificado como feminicídio, e com agravantes de motivo torpe, asfixia e recurso que dificultou defesa da vítima.

O promotor afastado André de Pinho virou réu por morte da mulher nesta quarta-feira (25). Não há data ainda para o julgamento acontecer.

Ele esta preso desde o dia 4 de abrildois dias depois da morte de Lorenza Maria Silva de Pinho, no bairro Buritis, na Região Oeste de Belo Horizonte, e foi denunciado pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) no dia 30 de abril.

Nenhum comentário:

Postar um comentário