OLIMPÍADAS


quinta-feira, 9 de setembro de 2021

Barroso chama Bolsonaro de "farsante"

 


Alvo de investidas do mandatário, ministro afirma que ataques à Justiça Eleitoral é covardia

Barroso chama Bolsonaro de "farsante" e vê "retórica vazia" em discurso golpista

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, rebateu nesta quinta-feira (9) ataques feitos pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante os atos antidemocráticos de 7 de Setembro, que pediram o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF) e a volta do voto impresso. Barroso também chamou Bolsonaro de "farsante" e disse ser covardia atacar a Justiça Eleitoral.

Diante de milhares de apiadores, Bolsonaro pediu a "contagem pública de votos". Em resposta, Barroso afirmou que isso seria "como abandonar o computador e regredir, não à máquina de escrever, mas à caneta tinteiro".

"É tudo retórica vazia. Hoje em dia, salvo os fanáticos (que são cegos pelo radicalismo) e os mercenários (que são cegos pela monetização da mentira), todas as pessoas de bem sabem que não houve fraude e quem é o farsante nessa história", disse o ministro.

"Seria um retorno ao tempo da fraude e da manipulação. Se tentam invadir o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal, imagine-se o que não fariam com as seções eleitorais", acrescentou o presidente do TSE.

As declarações foram dadas na abertura da sessão do TSE

Nenhum comentário:

Postar um comentário