OLIMPÍADAS


sexta-feira, 12 de novembro de 2021

Coelba rebate Procon e diz que número de reclamações é 43% menor que em 2019

Coelba rebate Procon e diz que número de reclamações é 43% menor que em 2019
Foto: Divulgação

 

A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Neoenergia Coelba) rebate os números que, segundo o Procon Bahia, colocam a empresa como líder em reclamações no estado. Por meio de nota, a Coelba afirma que o ranking do órgão, que contabiliza dados referentes às cobranças indevidas, serviços não fornecidos, entre outras queixas, usa como referência números absolutos, "sem considerar a quantidade de clientes atendidos e a procedência das reclamações". 

De acordo com os dados do Proncon, as reclamações contra a empresa correspondem a um crescimento de 83%, e quase dobram em relação a 2020. As 903 feitas em 2020,  saltaram para 1.655 este ano, considerando o período entre janeiro e outubro. Segundo o Procon, qualquer tipo de queixa pode ser levada ao conhecimento do órgão, exceto processos  - estes são com a Justiça.

A companhia, por sua vez, usa como referência o ano de 2019, período pré-pandemia, e destaca que o volume de reclamações registradas pelo órgão em 2021 é 43% menor - o que representa 0,026% "do universo de mais de 6 milhões de consumidores". 

"A Neoenergia Coelba ressalta que mantém contínuos investimentos na ampliação, modernização e automação do sistema elétrico baiano. Nos nove primeiros meses do ano, a empresa aplicou aproximadamente R$ 1,5 bilhão em ações e obras de infraestrutura com a finalidade de melhorar cada vez mais os serviços oferecidos em sua área de concessão. Os investimentos, que se mantiveram em curso mesmo durante a pandemia, têm contribuído gradativamente com a melhoria dos indicadores de qualidade do fornecimento de energia", conclui o posicionamento.






Metro1 

Nenhum comentário:

Postar um comentário