Últimas Notícias

Motorista por aplicativo se recusa a levar encomenda do tráfico e é morto em Águas Claras

Foto: Haeckel Dias / Ascom-PC

Um motorista por aplicativo foi morto por traficantes da quadrilha do chefão de Águas Claras, conhecido como Jhá, no final da noite de sábado (28/11), naquele bairro.

Conforme a fonte do Informe Baiano, a vítima se recusou a levar uma encomenda da facção Bonde do Maluco (BDM) para a localidade conhecida como “Casinhas”. Diante da negativa, foi atingido com vários tiros disparados por um homem de apelido “Gum”, que seria sobrinho de “Jhá”.

Em nota ao IB, a Polícia Civil relatou que há registro de “um homicídio na Via Regional, em Águas Claras, na noite de domingo (28), que teve como vítima um homem ainda não identificado”.

“Atingido por disparos de arma de fogo, ele chegou a ser socorrido para o Hospital Eládio Lasserre. A guia de remoção foi expedida e o crime será investigado pela 2ª DH/Central”, finaliza a PC.

Já a PM relatou que por volta das 23h20 de domingo (28), policiais militares foram informados pelo Cicom, de que “dois suspeitos estavam efetuando disparos de arma de fogo, com um homem ao solo, na Estrada do Matadouro, bairro de Águas Claras”.

“No local a guarnição constatou o fato. Foi prestado o imediato socorro ao Hospital Eládio Lasserre, porém a vítima não resistiu aos ferimentos, sendo constatado o óbito. A autoria e motivação serão investigadas pela Polícia Civil”, conclui a PM.



Informe Baiano


 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads