OLIMPÍADAS


terça-feira, 16 de novembro de 2021

Turistas publicam retratação por vídeo e dizem não terem insultado uma baiana de acarajé

 



Ludvick Rego afirmou que o vídeo se tratava de uma brincadeira contra uma ambulante que estava tentando enganá-los dizendo que "vendia axé"


Os turistas que viralizaram com vídeo em que aparecem ofendendo uma baiana publicaram uma retratação em suas redes sociais. Eles começaram afirmando que a pessoa a quem se referiram não era uma baiana de acarajé e sim, alguém que dizia estar "vendendo axé". "E quem realmente é da religião, sabe que axé não se vende. Você abençoa uma pessoa e ela dá aquilo o que ela pode. Foi uma brincadeira entre amigos que a gente postou, uma infelicidade", diz Ludvick Rego, um dos turistas que aparece no vídeo. 

Ele continua a retratação reafirmando que os dois não iriam humilhar uma trabalhadora e que a brincadeira foi contra uma pessoa que estava pertubando-os. "Quem é do Axé sabe que uma guia não é vendida assim no meio da rua", continua Rego, "foi assim que começou essa brincadeira e a gente veio pedir desculpas ao povo da Bahia e a todos que se sentiram ofendidos".

Rômulo Soares, que estava com Ludvick no primeiro vídeo, também aparece na retratação e pede para que as "falas horrorosas" que estão sendo ditas contra eles cessem. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário