Últimas Notícias

Família teme que brasileira flagrada com cocaína na Tailândia seja condenada à morte e apela para Bolsonaro


A brasileira Mary Helen Coelho da Silva, 21 anos, presa por tráfico internacional de entorpecentes, pode ser executada na Tailândia, segundo a família, que apela para o presidente Jair Bolsonaro intervir e luta para a jovem ser extraditada para o Brasil. O objetivo é que ela seja julgada pelas leis daqui.

Mary foi flagrada com 9 quilos e meio de cocaína, no dia 14 fevereiro. O advogado Telêmaco Marrace, que representa a jovem, acredita que Mary foi usada como “mula” e não tinha conhecimento do que levava nas bagagens. Ela não tinha passagem na polícia.

O defensor disse em entrevista ao Uol que na Tailândia “não se aplica esse tipo de punição (pena de morte) no tipo de droga que ela estava levando, que possivelmente era cocaína.”
Em nota, o Itamaraty relatou que acompanha a situação por meio da Embaixada em Bangkok e presta a assistência cabível aos brasileiros presos na Tailândia.

“Em observância ao direito à privacidade e ao disposto na Lei de Acesso à Informação e no decreto 7.724/2012, informações detalhadas poderão ser repassadas somente mediante autorização dos envolvidos. Assim, o MRE não poderá fornecer dados específicos sobre casos individuais de assistência a cidadãos brasileiros”, disse o Itamaraty.





Informe Baiano

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads