Últimas Notícias

Nova Zelândia enfrenta pior onda de Covid-19 desde início da pandemia


 A Nova Zelândia registra números nunca vistos de casos de Covid-19 desde o início da pandemia, conforme relatou a primeira-ministra Jacinda Ardern. Trata-se de um período de risco sem precedentes. 

O registro pandêmico na Nova Zelândia é muito diferente do europeu. Ao longo de dois anos, a resposta do governo para o controle da doença baseou-se em confinamentos, na redução de entradas de viajantes do exterior e na aplicação do plano de vacinação. Os números comprovam a taxa de sucesso no combate à Covid-19. Foram 18.936 casos e 53 mortes até 20 de fevereiro de 2022. Com a reabertura ao exterior e a circulação da variante Ômicron, cresceu significativamente os casos diários – nunca notificados anteriormente, em dois anos de pandemia.

“Estamos embarcando, pela primeira vez em dois anos, desde o início do surto, num período em que os neozelandeses verão mais covid na comunidade”, afirmou a primeira-ministra. “É um período de conter o processo, de risco, como nada que vivemos até hoje”, acrecentou ao destacar que foram quase mil novas infecções nas últimas 24 horas.

No país foram identificados 4.960 de surtos ativos, mas os especialistas defendem que o número real de infeções será muito superior. Estima-se que possa atingir cerca de 30 mil casos por dia já em março. À medida que os casos aumentam, o governo avança para um plano de restrições mais moderado.


Informe Baiano

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads