Últimas Notícias

“Questão do fertilizante é sagrada”, diz Bolsonaro ao defender posição de “equilíbrio” sobre guerra

 "Deixo claro que o voto do Brasil não está definido ou atrelado a qualquer potência”, afirmou presidente em entrevista coletiva sobre o conflito entre russos e ucranianos.


O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou neste domingo (27) que a posição do Brasil sobre a guerra entre Rússia e Ucrânia deve ser de “equilíbrio”, após lembrar que “para nós, a questão do fertilizante é sagrada”.

O Brasil importa mais de 80% dos fertilizantes utilizados na produção agrícola, e tem parceria comercial com os russos, um dos maiores produtores do insumo no mundo.

“Para nós, a questão do fertilizante é sagrada. E a nossa posição, como acertada com o ministro [das Relações Exteriores] Carlos França, bem como o senhor Ronaldo [Costa Filho, embaixador do Brasil na ONU] que nos representa no Conselho, é de equilíbrio. E nós não podemos, ao interferir, se bem que nós queremos a paz, temos uma colônia de ucranianos muito grande no Brasil, mas não podemos trazer consequência para cá”, afirmou o presidente.

Bolsonaro disse ainda que “nós não vamos tomar partido, vamos continuar pela neutralidade e ajudar no que for possível em busca da solução”, afirmou Bolsonaro”.

Segundo Bolsonaro, é preciso ter “muita responsabilidade, porque temos negócios especiais com a Rússia, o Brasil depende de fertilizantes”.

“Estive há pouco conversando com o presidente [Vladimir] Putin, mais de duas horas de conversa, tratamos de muita coisa. A questão dos fertilizantes uma das mais importantes. Tratamos do nosso comércio e, obviamente, ele falou alguma coisa sobre a Ucrânia, que me reservo, como segredo, de não entrar em detalhes da forma como vocês gostariam.”

A conversa com Putin a que Bolsonaro se refere ocorreu durante a visita do presidente brasileiro a Moscou há dez dias, segundo o Itamaraty.



CNN Brasil

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads