Últimas Notícias

Japão alerta para risco “real” de Rússia usar armas nucleares

 



O primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, afirmou que o risco da Rússia utilizar armas nucleares no conflito contra a Ucrânia é “cada vez mais real”. A declaração foi feita neste sábado (26/3), durante visita de Rahm Emanuel, embaixador dos Estados Unidos no país, a Hiroshima, primeira cidade a sofrer um ataque nuclear.

Só o Japão – que teve também Nagasaki bombardeada com um artefato atômico, pelos EUA – foi alvo de um ataque do tipo até hoje.

“Quando o possível uso de armas nucleares pela Rússia é cada vez mais real, acredito que a visita do embaixador Emanuel a Hiroshima e sua experiência com a realidade nuclear vão passar uma mensagem forte para a comunidade internacional”, disse Kishida à emissora pública NHK.

 Kishida, representante de Hiroshima no parlamento, visitou o museu e o memorial da paz da cidade devastada pelo ataque aéreo em 1945 acompanhando Emanuel.

“Os horrores das armas nucleares não devem se repetir nunca mais”, acrescentou 

 Apesar de não fazer ameaças diretas, o governo russo admitiu a possibilidade de usar armas nucleares, caso ocorra o que autoridades do país chamam de “ameaça existencial”, durante a guerra na Ucrânia. A afirmação foi feita pelo porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, na terça-feira (22/3), em entrevista ao canal CNN Internacional.

“Temos uma doutrina de segurança interna, e ela é pública. Você pode ler nela todas as razões para o uso de armas nucleares”, afirmou Peskov à jornalista americana Christiane Amanpour.


fonte:  metrópoles

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads