Últimas Notícias

'Temos que preservar a democracia', afirma Pacheco após reunião com Fux


'Temos que preservar a democracia', afirma Pacheco após reunião com Fux

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), defendeu o alinhamento dos poderes e a preservação da democracia logo após a saída da reunião com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, na tarde desta terça-feira (3). O encontro acontece em meio à crise entre os poderes.

 

O atrito entre os poderes foi intensificado após a "graça" presidencial concedido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ). Na saída do encontro, Pacheco disse que isso pode acabar reforçando uma "sensação de impunidade na sociedade". “Então conter esse sentimento de impunidade e estabelecer justiça e critérios para esse benefício é importante”, afirmou o presidente do Congresso Nacional.

 

Apesar do atrito por conta da pauta do indulto, Pacheco afirmou que a conversa com Fux não foi especificamente sobre o deputado, mas uma questão muito mais ampla que é o ambiente conturbado entre os poderes. Ele ainda disse que é preciso manter o diálogo para que tenha a preservação da democracia, de preservação das instituições e da busca do respeito da sociedade para com as instituições. “É evitar que haja uma escalada de crise por falta de diálogo”, disse.

 

“Nós precisamos alinhar os poderes, que nós temos uma obrigação em comum de enfrentar atos antidemocráticos. Temos que preservar a democracia, preservar o estado de direito e garantir que as eleições aconteçam no Brasil dentro da normalidade que é a sociedade”, declarou Pacheco.

 

Após o encontro, o Supremo Tribunal Federal (STF) divulgou uma nota informando que Fux e Pacheco se reuniram para debaterem sobre “o compromisso de ambos para a harmonia entre os Poderes, com o devido respeito às regras constitucionais”.


por Nicole Angel, de Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
header ads