Últimas Notícias

Parceria garante ensino da língua espanhola nas escolas municipais de Salvador


Parceria garante ensino da língua espanhola nas escolas municipais de Salvador

Em breve, o ensino da língua espanhola deve começar a ser ofertado nas escolas da rede municipal de Salvador. Isso porque a Prefeitura assinou, na tarde desta terça-feira (21), no Palácio Thomé de Souza, uma parceria com Ministério de Educação da Espanha, por meio da Embaixada, garantindo acesso ao idioma.

 

O prefeito da capital baiana, Bruno Reis, na oportunidade, ressaltou que vai dialogar com os países que veem potencial em Salvador e que queiram ajudar no seu desenvolvimento. “É muito importante firmar essa parceria ainda mais com as nossas escolas tentando vencer diversos desafios para oferecer educação de qualidade. Nós estamos resgatando muito da nossa história e das nossas relações com a Espanha. O que pudermos buscar de iniciativas como esta e de investidores para nos auxiliar com nossos desafios, seja na educação, tecnologia, inovação, segurança ou até infraestrutura, vamos buscar”, disse Bruno Reis.

 

No ato de assinatura, o embaixador da Espanha, Fernando Casas, falou que, hoje, há 24,5 mil professores de espanhol atuando no Brasil e que o país europeu tem bastante interesse na difusão do idioma pelo território brasileiro. Dentre os pontos a favor estão a proximidade com o português e o grande número de visitantes de países de língua espanhola aqui.

 

Foi assinado também um documento com o Instituto Cervantes, que visa contribuir e desenvolver atividades voltadas para o fomento ao turismo, cultura e a educação. Com essa assinatura, a instituição deverá disponibilizar licenças da plataforma AVE Global (Aula Virtual de Espanhol) para que sejam capacitados trabalhadores de diversos setores produtivos que demandem o conhecimento da língua, ajudando-os a potencializar e atrair novos negócios para a capital.

 

Além do prefeito Bruno Reis, estiveram presentes a vice-prefeita, Ana Paula Matos; o embaixador da Espanha no Brasil, Fernando Garcia Casas; o cônsul geral da Espanha em Salvador, Carlos Perez Desoy Fages; os diretores mundial do Instituto Cervantes, Luis García Montero, e de Salvador, Daniel Gallego; e o coordenador do Escritório de Cooperação Internacional da Prefeitura, João Victor Queiroz, dentre outras autoridades.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem



header ads