Últimas Notícias

Suspeito de desaparecimento na Amazônia foi visto trafegando atrás de barco de desaparecidos


Suspeito de desaparecimento na Amazônia foi visto trafegando atrás de barco de desaparecidos

Um dos suspeitos presos por envolvimento no desaparecimento do jornalista inglês Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira, foi visto por ribeirinhos em uma lancha que seguia atrás da embarcação onde os dois homens estavam no dia em que sumiram. 

 

Segundo o Comando de Policiamento do Interior (CPI), o homem, identificado como Amarildo da Costa de Oliveira, de 41 anos, foi localizado na comunidade São Gabriel, que fica há poucos quilômetros da comunidade São Rafael, local onde Bruno e Phillips foram vistos pela última vez, no domingo (5).

 

De acordo com as autoridades, o homem estava em posse de munições no momento em que foi encontrado, e por conta disso, foi preso em flagrante. O suspeito nega ter qualquer envolvimento no desaparecimento do jornalista e do indigenista.

 

"A única situação que ele [diz que] acompanhou foi quando a embarcação que Bruno e Dom Philips estavam conduzindo passou em frente a sua comunidade. [Ele diz ter feito] contato visual apenas", afirmou o delegado da Polícia Civil Alex Perez, responsável por investigar o caso. 

 

A Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar o desaparecimento. Até a noite de terça-feira (7), seis pessoas tinham prestado depoimento. Além de Amarildo, que foi ouvido como suspeito, outras cinco pessoas foram testemunhas do caso.

 

O local onde os dois homens desapareceram, a Terra Indígena Vale do Javari, é a segunda maior reserva indígena do país. A região é palco de conflitos envolvendo o tráfico de drogas, roubo de madeira e avanço do garimpo ilegal.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem



header ads