Últimas Notícias

Em Jequié, Roma diz que Auxílio Bahia vai reforçar o Auxílio Brasil no combate à pobreza

 



O candidato a governador, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), visitou Jequié neste sábado (6) e defendeu uma Bahia mais igualitária ao reforçar o compromisso de criar o Auxílio Bahia se for vitorioso nas eleições de outubro. "Queremos uma Bahia que dê oportunidade para cada filho de Deus. Assim como criamos o Auxílio Brasil que agora paga o mínimo de R$ 600, vamos criar o Auxílio Bahia para ser um complemento e colocar dinheiro na mão do cidadão necessitado", disse Roma, que foi recebido no Aeroporto de Jequié, seguiu até a Feira da cidade e, em seguida, discursou na Associação Comercial e Industrial do município. 


"É o cidadão que sabe onde o 'calo aperta' e ele vai melhorar de vida para poder andar de cabeça erguida, para termos uma Bahia mais igualitária, uma sociedade onde cada um se respeite", disse Roma. Neste sábado, Roma ainda vai a Santo Antônio de Jesus e, à noite, encerra as atividades do dia em Catu, participando do 1º Congresso Pescadores de Almas.


O candidato do PL ressaltou ainda que a Bahia precisa de maior protagonismo que para o objetivo de fazer as pessoas ascenderem socialmente também ocorra. "Para ter protagonismo, queremos chegar ao Governo da Bahia e baixar os impostos, atrair novos investimentos e, com isso, gerar oportunidade de emprego e renda para o nosso povo", comentou João Roma.


Na conversa com os representantes da Associação Comercial e Industrial de Jequié, o candidato a governador apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro ressaltou a importância de obras de infraestrutura para também conseguir impulsionar a economia da Bahia que vem perdendo posições até mesmo para estados nordestinos como o Ceará, também governador pelo PT.  "Só com a Bahia competitiva é que nós vamos conseguir atrair investimentos e melhorar a vida das pessoas", destacou Roma.


Na associação, Roma disse que obras de infraestrutura importantes como a Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) e o Anel de Contorno em Feira de Santana, assim como o Canal do Sertão e o Canal da Redenção - que integram as obras de Transposição do Rio São Francisco - avançaram somente no governo Bolsonaro. "O PT, que levou a confiança e os votos dos baianos, não entregou sequer um quilômetro de BR duplicada", lembrou João Roma.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads