Últimas Notícias

Brasileiros buscam YouTube para saber sobre séries e filmes, diz Datafolha

Em seguida, estão Facebook (46%), Instagram (45%), TikTok (38%) e Twitter (12%).

Imagem: © Shutterstock

Cada vez mais os brasileiros buscam as redes sociais para se informar sobre arte e cultura. Segundo pesquisa realizada pelo Datafolha em parceria com o Itaú Cultural, 81% das pessoas que têm acesso à internet acompanham esses temas por meios digitais.

A plataforma mais procurada com essa finalidade é o YouTube, utilizado por 63% dos entrevistados.

Em seguida, estão Facebook (46%), Instagram (45%), TikTok (38%) e Twitter (12%). Esse hábito de ver vídeos para saber mais sobre conteúdos culturais, principalmente filmes e séries, tem impulsionado o crescimento de canais desse segmento no YouTube.

No ar desde 2013, o Ei Nerd é um dos maiores canais de cultura pop do país, com 12,8 milhões de inscritos. Criado e apresentado por Peter Jordan, fala sobre filmes, séries, quadrinhos, animes e mangás. Chamado de nerd desde a infância, ele sempre foi aficionado por esses temas.

No canal, são publicados três vídeos por dia, que rendem uma média de 1,8 milhão de visualizações. "A ampliação do público veio com insistência, buscando trazer pessoas de diferentes nichos, principalmente com roteiros bem feitos e muita informação", diz Peter. Segundo ele, entre 2.000 e 3.000 pessoas se inscrevem diariamente no Ei Nerd.

Hoje, Peter coordena uma equipe com 15 roteiristas e quatro editores, entre outros profissionais. Apesar do suporte na produção de conteúdo, ele mantém uma rotina para consumir todo o material sobre o qual fala nos seus vídeos. A preparação começa por volta das 22h, quando deita na cama. Ele assiste a animes, filmes e séries e, depois, se dedica à leitura de quadrinhos. Com isso, dorme cerca de cinco horas por noite.

Além do valor pago pelo YouTube, o canal lucra com publicidade e venda de serviços online próprios e de parceiros, como cursos. Também tem uma loja de camisetas.
"Para fazer sucesso no YouTube, é preciso ser autêntico. Quem está assistindo precisa de um porta-voz, alguém que fale por ele. Sempre dei opinião honesta, e as pessoas percebem essa transparência."

No momento, as produções de maior destaque no canal são as séries "Casa do Dragão" (HBO Max), derivada de "Game of Thrones", e "O Senhor dos Anéis: Os Anéis de Poder" (Amazon Prime Video).

Essas obras também recebem atenção especial no canal da jornalista Míriam Castro, a Mikannn, que conta com mais de 570 mil inscritos. "É um público engajado e apaixonado. Então, essas pessoas gostam de consumir conteúdo que aprofunde aquilo que elas acabaram de assistir."

Mikannn decidiu criar seu próprio canal em 2015, depois de ser chamada pela amiga e youtuber Carol Moreira para participar de um vídeo sobre "Game of Thrones". Desde então, as duas mantêm a parceria nesse assunto. Para comentar cada novo episódio de "Casa do Dragão", elas têm feito lives juntas às segundas-feiras, além de outros conteúdos sobre a obra.

As transmissões ao vivo chegam a ter cerca de 18 mil espectadores simultâneos. A gravação da live sobre o primeiro capítulo da série já ultrapassou 430 mil visualizações. "A gente ajuda a pessoa a acompanhar a série. Ela chega ao próximo episódio entendendo melhor a história. Isso deixa a experiência mais completa", afirma Carol, que tem mais de 910 mil inscritos.

Formada em cinema, ela fala sobre filmes e séries no seu canal desde 2013. Hoje, ela escolhe algumas produções para falar com mais profundidade. No caso de "Casa do Dragão", ela recebe antecipadamente, na quinta-feira, o episódio que vai ao ar no domingo na HBO Max. Assim, consegue preparar o conteúdo com mais calma junto com Mikannn.

Em nota, a HBO Max afirma que esse tipo de conteúdo, principalmente no caso de séries com exibições semanais, "encoraja os fãs das produções a continuarem envolvidos com a série após a exibição de cada episódio".

A influenciadora Natalia Kreuser também tem uma rotina intensa para produzir conteúdo para o seu canal, que conta com mais de 560 mil inscritos. Quando recebe acesso antecipado à obra, consegue se programar melhor. Mas, quando isso não acontece, precisa acordar de madrugada para assistir à produção assim que fica disponível.

É o que ocorreu no lançamento da segunda temporada de "Stranger Things" (Netflix), tema que faz sucesso no seu canal. "Eu levantei às 4h para ver os episódios e já gravei quatro vídeos no mesmo dia, para adiantar o conteúdo."

Natalia começou no YouTube em 2010, falando sobre assuntos diversos. Em 2016, decidiu se especializar em séries e filmes e, então, fez cursos de cinema e roteiro, para que pudesse comentar as obras com mais propriedade.

"Antes, eu fazia um vídeo por semana e, agora, faço quase todo dia. Com isso, discuto desde o trailer até o momento final da obra. Tem toda uma conversa com o público. O diferencial do meu canal é trazer essa discussão."


Folhapress


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads