Últimas Notícias

Os baianos depositam em nós a confiança de que vamos mudar a Bahia", diz ACM Neto




_Candidato a governador realiza carreatas em agenda intensiva na região da Bacia do Jacuípe_


O candidato a governador ACM Neto (União Brasil) afirmou nesta quinta-feira (8) que não vai fazer "política de retrovisor" caso seja eleito e preservará coisas boas que foram feitas nos últimos 16 anos. No entanto, ressaltou que os baianos depositam na sua candidatura a confiança de mudar questões básicas como segurança, educação, saúde e geração de emprego, que pioraram neste período.


Pela tarde, o ex-prefeito de Salvador seguiu a sua intensa agenda pelas cidades do território da Bacia do Jacuípe. Realizou carreatas em Pintadas, Capela do Alto Alegre e Nova Fátima. Em todas, estava acompanhado do candidato a senador Cacá Leão (PP) e foi recebido por uma multidão nas ruas, tanto a pé quanto em carros.


"É isso que os baianos depositam em nós: a confiança de que vamos mudar a Bahia, de que vamos começar a escrever uma nova história a partir de 1° de janeiro. E essa história não é contra ninguém, não é para desfazer nada. Se Deus me der oportunidade de ser governador, vamos preservar as coisas boas que aconteceram em 16 anos. Não vamos fazer política de retrovisor, nem perseguir ninguém", discursou em Capela do Alto Alegre.


No entanto, Neto lembrou aos capelenses algo que tem repetido em toda a Bahia: que não é aceitável o estado ocupar o primeiro lugar do país no número de homicídios, liderar o ranking nacional de desempregados e ter a pior nota do IDEB de todo o Brasil.


"A Bahia pode ter um líder de verdade, que trabalhe de maneira incansável, que lute pelo nosso povo e que faça o melhor governo do país. Esse é o meu compromisso com vocês. Um governador que vai estar aqui presente sempre, que vai trabalhar em todos os quatro anos de mandato e que vai estender as mãos a todos os 417 municípios, para mudar a Bahia de verdade", afirmou.


Desde o começo do ano, ACM Neto tem se dedicado a uma agenda intensa percorrendo o interior do estado. Até domingo (11), serão 20 cidades visitadas de diferentes regiões, o que aproximará de 300 o número de municípios visitados desde o começo da pré-campanha. Só nesta quinta-feira, foram sete.


"Nenhum outro candidato rodou tanto como eu rodei. É importante caminhar pela Bahia para ouvir as pessoas, ver de perto os problemas e, claro, discutir quais são os caminhos para o nosso futuro. Porque a Bahia é a soma de todos baianos. Então, no dia 2 de outubro, é importante que a gente pense direito no que nós sonhamos para nossas vidas e para a vida do nosso estado", disse.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads