Últimas Notícias

Publicidade Jaguaripe 2023

Ao menos 25 pessoas foram conduzidas à delegacia por crimes eleitorais


Ao menos 25 pessoas foram conduzidas à delegacia por crimes eleitorais 

Vinte e cinco pessoas foram conduzidas à delegacias suspeitas de cometerem crimes eleitorais neste domingo (2), primeiro turno das Eleições 2022 na Bahia. 

 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a tipificação mais recorrente foi a de boca de urna nos locais de votação. Casos do tipo foram registrados em Candeias (2), Esplanada (3), Ibirataia (2), Araci (5), Porto Seguro (3), Ipiaú (4), Brejões (1), Milagres (2) e Canarana (1).

 

Também houve a condução de um homem à DT de Coração de Maria, ao ser flagrado fazendo o transporte de eleitores, que também é configurado crime eleitoral. Em Paramirim, uma mesária foi levada à sede da Polícia Civil da cidade acusada de violar o sigilo de voto. Imagens que circulam nas redes sociais mostram a voluntária efetuando o voto no lugar do eleitor. 

 

Um guarda municipal foi conduzido por porte ilegal de arma de fogo, em Ibotirama, após ocupar a cabine de votação com o objeto, o que é proibido pelo TSE, exceto para profissionais em serviço.

 

De acordo com  a pasta, em Salvador, a Central de Flagrantes instaurou inquérito policial sobre um ato de injúria racial, ocorrido dentro de uma zona eleitoral, localizada no bairro do Stiep. Um homem de 65 anos é acusado de ofender uma mesária, xingando ela de tirana e incompetente, além de ter alegado que a agente eleitoral poderia favorecê-lo se o mesmo fosse negro ou homossexual. Uma eleitora que também se sentiu ofendida e outra testemunha foram ouvidas.

 

Ele foi conduzido por policiais militares  da 39ª CIPM. O procedimento será encaminhado para a 9ª Delegacia Territorial (DT), da Boca do Rio, onde haverá continuidade das investigações e outras cinco testemunhas já foram identificadas e serão intimadas para prestar depoimentos.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem