Últimas Notícias

FCM promove programação especial pelo mês das crianças

Foto: Jefferson Peixoto/Secom


 Em celebração pelo mês das crianças, a Fundação Cidade Mãe (FCM), vinculada à Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), promove uma vasta programação nos Centros de Convivência Socioassistencial (CCS) da instituição. Até o próximo dia 28, as atividades envolvem oficinas, visitação e muita brincadeira para as crianças.

 

No CCS Cristo é Vida, na Chapada do Rio Vermelho, por exemplo, a série de atividades contou com ações educativas, apresentações musicais e de dança e brincadeiras. As 215 crianças assistidas participaram também de rodas de conversas sobre as brincadeiras de antigamente, como, por exemplo, pular corda, amarelinha e queimada. Como parte inclusiva da família nas atividades, as crianças pesquisaram com seus familiares sobre as brincadeiras de antigamente.

 

A assistente social e atual coordenadora da unidade, Rosana Lima, ressaltou a importância de resgatar brincadeiras exploradas por adultos e mais velhos no passado. “Muitas dessas crianças não têm a oportunidade de ter espaços para brincadeira, com isso, se apegam muito ao brincar utilizando a tecnologia. Então, essa é uma oportunidade de trabalhar o seu desenvolvimento e promover momentos de lazer para elas. É gratificante demais enxergar um sorriso em cada uma dessas crianças”.

 

Atividades lúdicas – O professor de dança da unidade, Alan Santos, reforça que a inserção de atividades lúdicas no cronograma escolar atrai também um olhar mais confortável e satisfatório das crianças pelos estudos. “O principal objetivo dessas atividades é o resgate das brincadeiras antigas. Acredito que seja de suma importância que em todas as aulas e oficinas que realizamos, precisamos sempre enfatizar as brincadeiras, pois elas contribuem para o desenvolvimento dessas crianças”.

 

Sob pura animação, Cauê Almeida, de oito anos, disse ter gostado dos dias em que as atividades aconteceram. “Gostei muito de ficar brincando com meus coleguinhas, principalmente de pular corda”.

 

A aluna Esther Abigail, de 10 anos, reforça que deixará um pouco os jogos eletrônicos para brincar mais com os primos, na rua em que mora. “Minha mãe disse ter brincado disso tudo, e eu também irei brincar com meus primos”.

 

Assistência – A gerente de Proteção Básica da FCM, Eliane Braz, ressaltou a importância da programação para os assistidos. “As crianças que a Fundação atende vivem situação de vulnerabilidade social e muitas delas tendem a perder a infância muito cedo. Temos como propósito fazer esse resgate e mostrar que elas são especiais, preciosas e podem construir um belo projeto de vida. E fazemos isso através da brincadeira que, além de ser divertida, é uma das principais ferramentas para o desenvolvimento infantil”.

 

Os Centros de Convivência Socioassistencial dispõem de reforço escolar e oficinas de capoeira, dança e música. O funcionamento é de segunda a sexta, das 8h às 17h, com equipe multidisciplinar, composta por psicopedagogo, psicólogos, terapeuta ocupacional, assistente social e educador social. Além de Saramandaia, as outras unidades são o Bariri das Artes (Engenho Velho de Brotas), Periperi, AABB Comunidade (Piatã) e Cristo é Vida (Chapada do Rio Vermelho).

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

header ads