Últimas Notícias

Plataforma inteligente reforça aprendizagem na rede municipal de ensino

Fotos: Lucas Moura/Secom


A rede municipal de Educação contará com uma nova ferramenta tecnológica que vai contribuir para que a capital baiana avance ainda mais na qualidade do ensino. Trata-se da Plataforma Educacional Inteligente, um ambiente virtual de aprendizagem que será utilizado nos tablets e chromebooks entregues pela Prefeitura aos alunos e professores, respectivamente. A tecnologia foi apresentada pelo prefeito Bruno Reis e pelo titular da Secretaria Municipal da Educação (Smed), Marcelo Oliveira, nesta quarta-feira (23), durante evento no Fiesta Hotel, no Itaigara. O evento teve ainda a participação da vice-prefeita Ana Paula Matos e de gerentes regionais de educação.

 

O prefeito reforçou que a nova plataforma é uma virada de chave que vai ajudar a tirar o atraso causado pela pandemia na educação soteropolitana. "Estamos apostando muito na educação digital para melhorar o sistema em nosso município. Então, hoje estamos apresentando essa nova plataforma AVA (ambiente virtual de aprendizagem), onde diversas ferramentas vão possibilitar que os estudantes possam evoluir bastante no aprendizado. Isso complementa a distribuição de tablets e chromebooks, todos com pacotes de dados, de forma que se possa completar esse reforço digital e que isso seja fundamental para a educação avançar na capital baiana. É uma forma de recuperar o tempo perdido, seja nas séries iniciais ou nas finais”.

 

A ferramenta possui mais de 74 mil atividades gamificadas, biblioteca digital e soluções conectadas às diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Direcionada a estudantes do Ensino Fundamental Anos Iniciais e Anos Finais, o sistema traz uma interface atrativa e de fácil navegação, que proporciona imersão digital e ludicidade, tornando o aprendizado mais prazeroso.

 

Marcelo Oliveira destacou a informatização do sistema educacional da capital baiana, ressaltando que está em fase final de entrega dos tablets para os alunos. “O equipamento em si teria pouca valia, não fosse todo o projeto envolvido. É aí que entra nosso ambiente virtual de aprendizagem, que é um portal pedagógico onde o professor tem a oportunidade de criar estudos dirigidos, utilizando textos, vídeos e imagens para diversificar o aprendizado. Tudo isso em forma de jogo, onde a criança avança de acordo com o que vai aprendendo.”.

 

O gestor completou que a estratégia permite, ainda, que o professor tome ciência dos assuntos que determinado aluno não domina, para adotar as devidas providências no sentido de reforçar este aprendizado. “Tudo de forma automática, com relatórios estatísticos, mostrando como está cada aluno de cada segmento. Isso é um grande avanço na educação de Salvador. É um investimento significativo, mas que dará um retorno muito importante para avançar o sistema educacional da capital baiana”, disse Oliveira.

 

O software trabalha também com desafios, educação financeira, leitura, redação, conquistas coletivas, entre outros aspectos, além oferecer avaliação continuada e metodologia ativa, possibilitando acompanhar e mensurar o desempenho dos estudantes e educadores.

 

Acessibilidade – A Plataforma Educacional Inteligente ainda possui conceitos de acessibilidade para alunos com deficiência, como um tradutor virtual de Libras, adequações para pessoas com problemas de visão – aumento de letras, contrastes e leitor virtual. Além de beneficiar os alunos, o dispositivo dá autonomia para os professores, que podem optar pelas propostas já ofertadas pelo software ou pela construção de novos planejamentos e conteúdos.

 

A ferramenta é responsiva, podendo ser utilizada em computadores, tablets ou celulares, permitindo ainda a emissão de relatórios, acompanhamento do aprendizado e dos avanços dos estudantes. O valor do investimento para implantação do sistema na rede municipal é de cerca de R$18 milhões.

 

A professora e também coordenadora regional de 38 escolas da GR Subúrbio II, com unidades no continente e nas Ilhas, Cássia Góes, afirmou que a adoção da tecnologia digital só colabora para a melhoria do aprendizado em Salvador. "Essa entrega dos tablets e chromebooks era muito esperada por toda a rede. Isso amplia a qualidade e os resultados nas escolas. Ainda estamos nos apropriando do sistema, mas já é possível notar mudanças como o acesso à tecnologia com pacote de dados. Para os professores, é mais um instrumento para dispor o conteúdo de forma on-line, sendo possível ter um planejamento mais rico, com tempo para organizar a intervenção pedagógica de forma mais completa”.

 

Programa – A Plataforma Educacional Inteligente integra o Programa de Educação Digital, lançado em setembro passado a partir da aquisição e distribuição de 106 mil tablets com chip para alunos e 8 mil chromebooks para professores da rede municipal. O investimento foi de R$90 milhões.

 

"Aos poucos, e com o esforço de todos, vamos construindo uma Salvador mais inclusiva. Nossa rede de educação é vocacionada e apaixonada, que sabe seu papel de responsabilidade social. Além disso, a comunidade escolar é forte e carece de novas ferramentas e melhoria do fluxo de trabalho”, avaliou a vice-prefeita Ana Paula Matos.




SECOM SALVADOR

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
PIROPO NEWS