Últimas Notícias

Salvador sedia festival sobre tecnologia, inovação e criatividade negra

Imagem: Secom Salvador


A capital baiana vai sediar, nesta sexta-feira (18) e sábado (19), o maior festival de tecnologia, inovação e criatividade negra da América Latina - o Festival Afrofuturismo. Com o tema ‘Por uma abolição econômica’, o evento promovido pela Vale do Dendê e Sebrae, com apoio da Prefeitura de Salvador, através da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), vai transformar o Centro Histórico em um ambiente acessível e inovador.

Diferentes pontos turísticos da cidade, a exemplo do Teatro Gregório de Mattos, Palacete do Tira Chapéu, Largo Tereza Batista, além da casa Vale do Dendê, considerada o novo hub de inovação do Centro Histórico, serão transformados em instalações 'afrofuturistas'.

 

A titular da Secult, Andrea Mendonça, reforçou a importância de eventos dessa grandiosidade, "que chegam para fortalecer ainda mais o afroempreendedorismo na capital. São eventos deste tipo que enaltecem o povo afrodescendente, valorizando nossa cultura e aquecendo a economia da cidade,” lembrou.

 

A programação do evento, disponível no site  https:// afrofuturismo. com. br, contará com conversas, debates e palestras de convidados nacionais e internacionais, nas áreas de tecnologia, criação de conteúdo, jovens inovadores e empreendedores, discutindo assuntos relacionados ao protagonismo afrodescendente e sua contribuição para a economia criativa, plataformas digitais, universo das criptomoedas, entre outros temas. O tema deste ano tem como objetivo fomentar a discussão sobre a reparação econômica dos descendentes de africanos escravizados no Brasil.

 

Reparação econômica – Para Paulo Rogério Nunes, cofundador da Vale do Dendê e idealizador do Festival, o momento é propício para colocar em pauta o que ele considera uma das mais significativas ferramentas de reparação histórica no Brasil. “Agora é o único momento da história que a gente tem a possibilidade de buscar essa reparação, através das novas tecnologias, da arte digital, das conexões globais. Finalmente temos a chance de fazer uma reparação histórica no Brasil”, pontua.

 

Os participantes terão acesso a atrações culturais e musicais, palestras e atividades interativas, seguindo trilhas subdivididas em temas como inovação e tecnologia, criatividade e negócios, literatura e ficção científica, cinema e games, música e podcast, sustentabilidade e ESG. O passaporte para os dois dias de imersão tecnológica afrocentrada já está à venda no Sympla, com ingressos a R$100 (inteira) e R$50 (meia).

 

Vivências – A Ocupação Afrofuturista, primeira edição do evento realizado em 2017, movimentou a Estação da Lapa (maior terminal de transporte urbano da capital), com apresentação de temas como cultura maker, empreendedorismo e economia criativa. De lá para cá, o evento ganhou novos formatos e a terceira edição, em 2021, realizada 100 por cento on-line, reuniu profissionais de diversas áreas e convidados africanos, que compartilharam vivências e a experiência de seus países no desenvolvimento, apoio e fortalecimento dos ecossistemas de inovação e criatividade. Com alcance expressivo, os dois dias de evento digital registraram mais de três mil visualizações (YouTube, LinkedIn e Facebook) e alcançaram 20 mil pessoas nas redes sociais da Vale do Dendê.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
PIROPO NEWS