Últimas Notícias

Equipe de transição de lula afirma que MEC está zerado e não tem como pagar bolsistas

O ministro Victor Godoy afirmou que negocia com os ministros Paulo Guedes  e Ciro Nogueira para tentar garantir a execução das políticas públicas de Educação.


Grupo técnico de educação do gabinete de transição para o governo eleito de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) diz que ministério não tem limite financeiro. A equipe de Lula também afirma que não há recursos para pagar médicos residentes e bolsas da Capes em dezembro. O atual ministro Victor Godoy, por sua vez, reconheceu os problemas orçamentários e disse estar negociando.

A decisão atinge todas as unidades vinculadas à pasta, inclusive a rede federal de ensino superior. Despesas discricionárias não incluem despesas obrigatórias, como salários. Estamos preocupados com o teto orçamentário que está sendo negociado, mas principalmente com o teto financeiro. A informação que recebemos é que o MEC não tem limites financeiros.

Paim disse que a prioridade do gabinete de transição será garantir as ações dos primeiros 90 dias do futuro governo. Ele também citou como fontes de preocupação e pontos mais sensíveis questões envolvendo sistemas, contratos de serviços e fornecimento de produtos, como livros, e relacionados ao Fundeb (Fundo de Educação Básica).


- Com informações de Folhapress

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem