Últimas Notícias

Americanas acha rombo de R$ 20 bilhões e presidente da empresa renuncia

 CEO e CFO renunciaram, eles foram empossados há apenas 9 dias.

Foto: divulgação


Por Geraldo Samor e Pedro Arbex | Brazil Journal


 A Americanas disse hoje que descobriu “inconsistências contábeis” em seu balanço cuja materialidade pode chegar a R$ 20 bilhões.

A descoberta, numa investigação ainda em caráter preliminar, levou o CEO Sergio Rial e o CFO André Covre a renunciarem ao cargo. Os dois haviam sido empossados há apenas 9 dias.

A descoberta está centrada particularmente na dívida da Americanas com seus fornecedores, que pode ter sido subestimada ao longo dos últimos anos. O foco está em um tipo de operação em que um banco paga o fornecedor da companhia, que passa a dever diretamente ao banco.

Segundo a companhia, a estimativa é que o efeito caixa das inconsistências seja imaterial.

O valor patrimonial da Americanas está em R$ 14 bilhões, mas os R$ 20 bilhões apontados preliminarmente não serão necessariamente abatidos do patrimônio. Esse valor pode incluir cifras que ainda podem ser ativadas, mas só a investigação determinará o valor real do problema.

Num comunicado enviado a funcionários, a Americanas disse que tem R$ 8 bilhões em caixa e que seguirá pagando os fornecedores no prazo estipulado.

A ação da Americanas tem sido um dos piores papéis do varejo nos últimos dois anos, com a empresa consistentemente perdendo valor de mercado. A companhia fechou o dia valendo R$ 11 bi na Bolsa.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem