Últimas Notícias

Governo do Estado recebe apoio da Maçonaria nas ações de arrecadação de alimentos pelo programa Bahia Sem Fome



Com o objetivo de estabelecer mais uma parceria de apoio à campanha de arrecadação de alimentos do programa Bahia Sem Fome, o governador Jerônimo Rodrigues recebeu, nesta terça-feira (28), representantes da Grande Loja Maçônica do Estado da Bahia, do Grande Oriente do Brasil (GOB) e do Grande Oriente da Bahia (GOB-BA), em reunião no Centro Administrativo, na capital. O encontro marcou o início da colaboração da Maçonaria nas ações realizadas pelo Governo do Estado, que contemplam a arrecadação e distribuição de alimentos para a população em situação de vulnerabilidade social em toda a Bahia. 




“O diálogo é para a gente estreitar os laços, respeitando toda a prática política, religiosa e cultural disseminada na Bahia. A missão de vocês é a mesma que estamos discutindo aqui agora, juntar todas as forças para combater a fome. Onde houver campanhas com esse lema, o Governo do Estado quer estar presente. Essa força é válida em qualquer canto”, afirmou o governador. 


Ainda na oportunidade, Jerônimo destacou que o Bahia sem Fome conta com dois momentos. “Neste primeiro momento, emergencial, o Estado está trabalhando com base na arrecadação e distribuição de alimentos através de suas secretarias, órgãos e através da mobilização social. Num segundo momento, nós enviamos um projeto de lei que está tramitando na Assembleia Legislativa, e que prevê um orçamento para o investimento em políticas públicas de combate à fome”, explicou.


*Incentivo*


O grão-mestre da Grande Loja Maçônica do Estado da Bahia, Arlindo Neto, disse que o Programa Bahia sem Fome é um incentivo a mais para que a organização realize o trabalho de solidariedade. “Foi um motivo de grande satisfação conhecer o programa Bahia sem Fome, já que nós da Maçonaria já trabalhamos no dia a dia para atender à população mais carente. E esse convite nos serve como incentivo para trabalhar pela sociedade mais carente, que as pessoas chamam de invisíveis, mas que são mais visíveis do que tudo. A fome tem pressa e nós temos que atender as pessoas, trazer a dignidade ao povo”. 


O grão-mestre estadual do Grande Oriente Brasil, Ocimar Torres, colocou a instituição à disposição para o combate à fome. “Da nossa parte, dos maçons presentes, estamos engajados para que a gente possa, de fato, contribuir para a diminuição da fome. A maçonaria vai estar envolvida no que for necessário. Os maçons já fazem campanha de combate à fome, já ajudam abrigos, asilos, nós agora teremos novas reuniões técnicas para desenharmos um formato que agregue o que os maçons, as esposas e os filhos já fazem no dia a dia para ampliar esse trabalho e permitir que essa campanha seja exitosa”. 


Também participaram da reunião, pela Grande Loja Maçônica do Estado da Bahia, o gran primeiro vigilante Claudiano Fonseca, e o presidente do tribunal de disciplina, ética e eleitoral, Juracy Barreto Torres Júnior; e pelo Grande Oriente da Bahia, o grande secretário de Relações Exteriores, Leonardo Abreu Neves. Pelo Governo da Bahia, estiveram presentes o chefe de gabinete do governador, Adolpho Loyola; o chefe de gabinete da Secretaria de Comunicação, Luciano Suedde; o  coordenador-geral das Ações Estratégicas de Combate à Fome, Tiago Pereira; o superintendente da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Israel Santos; o diretor-superintendente da CAR, Lanns Almeida; e o diretor do Departamento de Qualidade dos Serviços da Agerba, Eurico Silva.


*_Repórter: Raul Rodrigues_*

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
BYD 1023
BYD 1023
Campanha Salvador Capital Afro
Campanha Salvador Capital Afro
Publicidade Outubro - Jaguaripe
Publicidade Novembro - SAJ
Publicidade Novembro - SAJ
Veja mais notícias do Pirôpo News no Google Notícias
PIROPO NEWS GOOGLE NOTÍCIAS