Últimas Notícias

SALVADOR: Plano Cicloviário de Salvador, linha 3 do BRT e terminal de recarga de ônibus elétricos serão lançados em agosto





Fotos: Betto Jr. / Secom
Reportagem: Thiago Souza e Vitor Villar / Secom

A Prefeitura de Salvador deve lançar no próximo mês o Plano Cicloviário da capital baiana e entregar o maior terminal público de recarga de ônibus elétricos do Brasil. Além disso, o segundo trecho do BRT, do Cidade Jardim à Estação da Lapa, será entregue no início de 2024. O andamento das ações foi discutido na última quarta-feira (19) em reunião do prefeito Bruno Reis com os diretores e com o titular da Secretaria de Mobilidade (Semob), Fabrizzio Muller.

Além disso, foram discutidos projetos futuros da pasta, como a construção de um segundo terminal elétrico de ônibus, no Vale dos Barris, a implantação da linha B3 do BRT, que vai fazer um trajeto circular pelo Caminho das Árvores e pela Pituba, e intervenções viárias na região do Shopping da Bahia, como a inauguração do pontilhão Marcos Freire. Neste mês de julho, o prefeito tem se dedicado a visitar as secretarias municipais para realinhar as ações deste restante de 2023.

“Discutimos várias intervenções que vamos fazer nos próximos meses para melhorar a mobilidade e o trânsito de Salvador. Vêm aí muitos projetos pela frente, muitas ações que vão melhorar ainda mais a vida do cidadão soteropolitano. Em especial, daquele que precisa se deslocar pela cidade e que utiliza o transporte público. Hoje, tomamos uma série de decisões para termos uma cidade com melhor qualidade de vida, menor tempo de deslocamento para seus moradores, onde todos os modais de transporte públicos estejam conectados e que isso traga satisfação para o usuário”, disse Bruno Reis.

Sobre o BRT, o trecho 2, que vai ligar a região do Cidade Jardim até a Estação da Lapa, está com obras avançadas e a previsão é que entre em funcionamento no começo de 2024. Para operá-la, a Prefeitura já lançou o planejamento para ampliar a frota de ônibus.

Nova linha - Em agosto, está prevista a entrega do pontilhão Marcos Freire, ligando a Paralela à Av. Tancredo Neves, e em seguida o início da operação da terceira linha do BRT, chamada de B3. Ela passará pela Alameda das Espatódeas e pela Paulo VI, indo até a orla e seguindo o atual percurso do BRT até a Estação Rodoviária.

A B3 já está com a frota de 22 ônibus separada para entrar em operação, faltando apenas algumas intervenções viárias no trajeto. “Será uma linha grande circular, que vai melhorar a dinâmica e trazer mais conforto para as pessoas que vêm dos bairros de toda a cidade para aquela região. Elas vão chegar ao destino com mais comodidade e mais rapidez”, disse o titular da Semob, Fabrizzio Muller.

Ainda sobre o BRT, nas próximas semanas vai ser iniciada a instalação de painéis solares sobre as estações Cidadela e Hiper, que vão gerar energia elétrica para tornar a operação dos terminais mais sustentáveis.

Plano Cicloviário - O primeiro plano de desenvolvimento do sistema cicloviário de Salvador será lançado em agosto. O documento, elaborado após um amplo debate com a população, apresenta a linha-mestre para que a capital baiana se aproxime das cidades com melhor mobilidade por meio desse modal no mundo.

“O que a gente quer é ter índices de ciclovias que outras cidades do Brasil e da Europa já têm. Entendemos que é possível, que é viável, e é por isso que esse plano foi desenvolvido. Para que ele sirva, não só para essa gestão, mas também para as próximas. Que seja como um guia, como uma bússola, de onde queremos chegar”, explicou Fabrizzio Muller.

O secretário destacou que, desde 2013, Salvador saltou de 30 km de ciclovias para quase 300 km atualmente. O Plano Cicloviário traz estratégias para que a capital baiana chegue a 780 km de ciclovias. O documento traz sugestões de intervenções em diversos pontos da cidade, como as regiões do Salvador Shopping, do Detran, do Dique do Tororó e do Vale do Ogunjá, por exemplo.

Para a elaboração do plano, a Semob realizou oficinas no Subúrbio 360, no espaço Boca de Brasa em Cajazeiras, no bairro de Patamares e em outras regiões. Além disso, abriu para a consulta pública no site da secretaria durante um mês. “Um trabalho feito com muito gosto, porque a gente entende que a mentalidade da cidade sobre as ciclovias evoluiu muito nos últimos anos e pode evoluir ainda muito mais. Então fizemos questão de elaborar um plano bem participativo, trazendo a sociedade para dentro e ouvindo demandas”, disse Muller.

Central elétrica - O primeiro terminal de recarga dos ônibus elétricos do BRT está em fase final de implantação na região da Estação Rodoviária e deve ser inaugurado em agosto. “É a maior central pública de reabastecimento elétrico de ônibus do Brasil, algo que a gente está trabalhando de forma muito intensiva para entregar à população. Já chegaram todos os equipamentos das obras da subestação”, explicou Fabrizzio Muller.

Com a futura implantação do trecho 2, a Prefeitura estuda a implantação de outro terminal de recarga, desta vez mais próximo à Estação da Lapa. A central deve ser construída na Av. Vale dos Barris, no estacionamento localizado na ladeira de acesso ao Politeama.

Outras ações - Também foram apresentadas ao prefeito Bruno Reis algumas sugestões de intervenções viárias, resultado de estudos feitos por uma empresa especializada no setor. Como, por exemplo, melhorias na saída da Av. Bonocô para a Rua Luís Negreiro, no Luís Anselmo; nas regiões da Calçada e de Roma; nas alças de acesso ao viaduto de São Cristóvão; e no trânsito do Vale do Ogunjá.

Além disso, foi discutida a elaboração de um aplicativo onde as pessoas possam planejar as suas viagens de transporte público. A ideia é que a gestão da ferramenta seja feita pela própria Prefeitura, permitindo uma comunicação melhor com o usuário.


Secom

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Câmara SAJ - 2024
Câmara SAJ - 2024
Jaguaripe
Jaguaripe

Veja mais notícias do Pirôpo News no Google Notícias
PIROPO NEWS GOOGLE NOTÍCIAS