Últimas Notícias

SALVADOR: Prefeitura investe R$5,8 milhões em novas salas para atendimento especializado nas escolas municipais


 Foto: Bruno Concha/Secom PMS 

Texto: Ascom/Smed PMS 

 

Trinta e uma unidades escolares da rede municipal passarão a contar com novas salas de recursos multifuncionais (SRM) – espaços destinados ao Atendimento Educacional Especializado (AEE). Para essas obras, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Educação (Smed), destinará R$5,87 milhões em investimentos. Com isso, o município, que já conta com 94 salas de AEE em funcionamento, alcançará 127 escolas equipadas com esse recurso destinado ao atendimento de alunos com deficiência, transtornos do neurodesenvolvimento e altas habilidades. 

  

Os projetos contemplam a construção da sala e de banheiros PCD adjacentes. Os espaços são equipados com materiais pedagógicos e mobiliários adequados aos alunos e próprios para os trabalhos a serem realizados. "O atendimento especializado, no âmbito da educação inclusiva, traz vários benefícios ao aluno, como o desenvolvimento gradual de habilidades, competências, autonomia e potencialidades, que se refletem também na sala de aula regular, na convivência com os colegas e na vida social e familiar", afirma o titular da Smed, Thiago Dantas. 

 

As atividades de AEE nas salas de recursos multifuncionais são realizadas no contraturno das aulas regulares e conduzidas por um professor especialista na área de Educação Especial Inclusiva. O AEE é um serviço de apoio que se destina a identificar e ofertar recursos da Tecnologia Assistiva (TA) no intuito desenvolver a autonomia pedagógica do aluno público alvo da Educação Especial, quanto aos aspectos comunicacionais, sensoriais, motores e cognitivos. Isso possibilita que eles estejam melhor preparados para acessar o currículo na classe regular. 

  

"É um trabalho incrível, que a gente nem imagina", diz Davina do Carmo, mãe de Eloah, aluna do Grupo V do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Álvaro da Franca Rocha, localizado em Narandiba. A menina frequenta as aulas regulares de manhã e à tarde recebe atendimento especializado. Segundo Davina, o desenvolvimento da filha é perceptível.  

 

"Não tem como descrever a alegria de ver Eloah sabendo contar, sabendo escrever o nome dela e se desenvolvendo tão bem", afirma. Ela ressalta que os resultados do trabalho de AEE se refletem também no relacionamento com os colegas, no desempenho na aula regular. "Está tudo muito melhor. Inclusive em casa, porque para a família também é um aprendizado", completa. 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Câmara SAJ - 2024
Câmara SAJ - 2024
Jaguaripe
Jaguaripe

Veja mais notícias do Pirôpo News no Google Notícias
PIROPO NEWS GOOGLE NOTÍCIAS