Últimas Notícias

É TÃO BOM. É SALVADOR
É TÃO BOM. É SALVADOR

No primeiro dia útil de 2024, cinco obras em Salvador são vistoriadas nesta terça (2)

Foto: Valter Pontes/Secom PMS 


Nesta terça-feira (2), primeiro dia útil de 2024, o prefeito Bruno Reis, acompanhado de gestores municipais, realizou vistoria em cinco obras a serem entregues pela Prefeitura ainda este ano. São elas a requalificação nos entornos do Campo Grande, no Centro, e da Basílica Nossa Senhora da Conceição da Praia, no Comércio; a instalação da galeria subterrânea do Mercado Modelo e a construção da Casa das Histórias e Arquivo Público de Salvador, também no Comércio; e a nova Avenida Silveira Martins, no Cabula.  

 

“A intenção é tomar algumas decisões para acelerar o andamento dessas obras e a realização das entregas, para seguir transformando a nossa cidade”, afirmou o prefeito. O primeiro local visitado foi o Campo Grande, onde as obras de requalificação se estendem por toda a Rua do Forte de São Pedro e pelo trecho da Avenida Sete de Setembro entre a Casa D’Itália e o Corredor da Vitória. A previsão é de que as intervenções sejam concluídas já para o Carnaval 2024, no início de fevereiro. 

 

Dentre as melhorias que estão sendo realizadas estão alargamento de passeio em frente ao Teatro Castro Alves, recomposição de meio-fio em granito, criação de uma via exclusiva para ônibus que cruza o canteiro central e remodelação do largo, com retirada do gradil que separa o bolsão de estacionamento, além de criação de ciclovia compartilhada até a Rua Carlos Gomes, realinhamento dos postes e manutenção do paisagismo.  

 

Haverá ainda revitalização da Praça da Aclamação, em frente ao Passeio Público, para que seja novamente ocupada pela população. O projeto, elaborado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), abrange uma área total de 32 mil m². As obras estão a cargo da Secretaria de Manutenção da Cidade (Seman). 

 

Conceição da Praia – Na Conceição da Praia, o prefeito determinou à empresa responsável pela obra que as intervenções sejam concluídas até o próximo dia 10, véspera da festa da Lavagem do Bonfim. Já foi concluída a rede de drenagem e a pavimentação em paralelepípedo na Rua Manoel Vitorino e, neste momento, é realizada a pavimentação do trecho entre a Igreja do Corpo Santo e o Elevador Lacerda, com base em brita graduada simples e pavimentação em paralelepípedo e em pedra portuguesa, além da implantação da vala técnica de telecomunicação.  

 

No local onde será instalado o primeiro edifício-garagem público, a terraplanagem já foi finalizada e está em andamento a fundação, contenção, estrutura (vigas e pilares) e a laje em concreto. Além disso, será rebaixada toda a fiação de telecomunicações e de energia elétrica, limpando totalmente o visual da Igreja da Conceição e do frontispício da cidade. 

 

O projeto foi elaborado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) e contempla as vias próximas à basílica. As intervenções ocorrerão numa área de 3,8 mil m² e terão investimento próprio de R$12,5 milhões. A iniciativa propõe ainda o alargamento das calçadas para melhoria do trânsito de pedestres. Os passeios terão o piso em pedra portuguesa recuperado e granito serrado. 

 

O paisagismo será valorizado com plantio de árvores, a fim de aumentar o conforto dos pedestres que transitam pela calçada, e as vagas de estacionamento em via pública serão ordenadas.  A ação prevê também a retirada de fiação aérea e projeto de valas técnicas para cabeamento subterrâneo, iluminação cênica especial para a basílica e sistema de drenagem para escoamento das águas das chuvas. 

 

Mercado Modelo – O prefeito Bruno Reis e os gestores municipais também estiveram no Mercado Modelo para conferir a instalação de uma galeria no subsolo. Entregue recentemente pela Prefeitura, a requalificação do centro envolveu também a recomposição do acesso ao subsolo e restauração de toda a estrutura das arcadas em pedra, implantando um sistema de renovação do ar e criando ilhas de conforto climatizadas.  

 

A ideia foi trazer para o público a oportunidade de conhecer a beleza e grandiosidade do pavimento, desativado há uma década. A galeria, a ser aberta ainda este mês, está na fase de montagem das peças, produzidas pelos artistas baianos Rubem Valentim, Mario Cravo Jr. e Vinícius S.A, este responsável pelo projeto artístico e visual do espaço. 

 

O projeto foi pensado como um local de preservação do Mercado Modelo, destacando personagens de importância para a história do equipamento, como Camafeu de Oxóssi, Mãe Menininha do Gantois e Mestre Caiçara. A intenção é fazer do local mais um importante atrativo turístico da capital baiana. 

 

Arquivo Público – Em seguida, foi a vez de avaliar a fase final de obras da Casa das Histórias e Arquivo Público de Salvador, situado defronte ao Mercado Modelo e ao lado da Cidade da Música da Bahia. O prédio, que abrigará um rico acervo composto por mais de 4 milhões de documentos históricos, possui 12 pavimentos e mezanino.  

 

A Casa das Histórias de Salvador, por sua vez, que ficará instalada no casarão de cor salmão, recebe a segunda mão de pintura e internamente possui instalações do elevador, incêndio e dutos de ar condicionado concluídos. O complexo formado por esses espaços históricos e culturais será um grande indutor do turismo da cidade, sendo responsável por disseminar memórias e legados da primeira capital do Brasil.  

 

As obras de construção da Casa da História e do Arquivo Público Municipal possuem investimento do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), por meio de empréstimo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no valor de R$34,7 milhões. As intervenções são executadas pelo Consórcio Prodetur – Salvador, formado pelas empresas Metro Engenharia e Consultoria e Construtora BSM. A previsão de entrega ficou para o dia 26 deste mês. 

 

Silveira Martins – Iniciadas em outubro último, as intervenções para requalificação da Rua Silveira Martins, no Cabula, se estendem por 3,6 km. O investimento é de R$14,5 milhões e prevê nova pavimentação, passeios mais largos para ampliar a segurança de pedestres, criação de retornos para facilitar o trânsito, implantação de áreas de convivência em espaços ociosos, abertura de ciclovias, canteiro central arborizado, entre outras melhorias. 

 

O projeto, elaborado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), está dividido em três trechos: desde o início da Rua Silveira Martins, na ladeira do Cabula, até a Alameda Flamengo; no trecho específico em frente à Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e do cruzamento com a Estrada das Barreiras, que receberá uma atenção especial por conta do tráfego intenso de veículos e de pedestres; e de lá até a ladeira da Avenida Edgard Santos, com criação de espaços de convivência. As obras são executadas pela Superintendência de Obras Públicas (Sucop). 

 

Entre as ações presentes no projeto estão a inclusão de uma ciclovia, abertura de áreas para estacionamento de veículos, ampliação dos passeios e instalação de corrimãos e de faixas elevadas para a travessia de pedestres. Os retornos da via receberão uma nova pavimentação com a redução de velocidade. Serão criadas rampas e instalado piso tátil no passeio para melhoria da acessibilidade. Foram projetadas ainda várias áreas de jardins e a criação de uma praça de lazer na rótula de acesso à Avenida Edgard Santos, além da revisão de toda a drenagem existente e implantação ou realocação de abrigos de ônibus, dentre outras melhorias. 


Reportagem: Priscila Machado e Luciana Silva/Secom PMS 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Câmara SAJ - 2024
Câmara SAJ - 2024
Campanha Salvador Capital Afro
Campanha Salvador Capital Afro
Jaguaripe
Jaguaripe
Jaguaripe
Jaguaripe

Veja mais notícias do Pirôpo News no Google Notícias
PIROPO NEWS GOOGLE NOTÍCIAS