Últimas Notícias

É TÃO BOM. É SALVADOR
É TÃO BOM. É SALVADOR

Em transmissão de cargo para Cynthia Resende, Geraldo Júnior destaca importância da presença feminina nos espaços de poder





A importância da presença feminina nos espaços de poder foi destacada pelo vice-governador Geraldo Júnior durante e transmissão de cargo do governador Jerônimo Rodrigues para a desembargadora Cynthia Resende, presidente do Tribunal de Justiça da Bahia. A magistrada assumiu a chefia do Poder Executivo, neste sábado (11), em solenidade no Centro de Operações e Inteligência (COI), atual sede do governo baiano, em Salvador. “Para mim, será uma grande honra ser o vice-governador da desembargadora Cynthia Resende, que tem uma história de muito trabalho e dedicação ao judiciário baiano e agora poderá contribuir também com o nosso governo”, afirmou o vice-governador.


Pré-candidato à Prefeitura de Salvador, Geraldo Júnior não pôde assumir o governo, durante a missão internacional de Jerônimo Rodrigues, em virtude da legislação eleitoral. “Nesse período, nossa governadora em exercício terá o desafio de fazer a gestão da máquina pública e de representar as mulheres baianas e seus colegas do poder judiciário. Tenho convicção que ela fará um grande trabalho e será fonte de inspiração para muitas mulheres em toda a Bahia”, acrescentou o vice-governador da Bahia.


“A transmissão de cargo para a presidente do Tribunal de Justiça atesta a confiança do nosso governo no Poder Judiciário. É um sinal de ‘saúde’ das nossas instituições, que estão cada vez mais fortes, independentes e harmônicas entre si”, acrescentou Geraldo Júnior. Cynthia é a terceira mulher a assumir o governo baiano. Antes dela, outras duas desembargadoras ocuparam o cargo, Sílvia Zarif e Telma Britto, ambas presidentes do TJ-BA à época. “Para uma mulher, que representa tantas outras baianas, é muito representativo. E, para além disso, motivo de orgulho, pois sabemos da importância da presença feminina nos espaços de poder e tomadas de decisões”, concluiu.


Natural de Aracaju, a desembargadora Cynthia Maria Pina Resende é a quarta mulher a assumir a presidência do TJ-BA. Para o governador Jerônimo Rodrigues, o ato simbólico ressalta também a capacidade de gestão e o potencial das mulheres para o exercício político. No ato deste sábado, também participaram secretárias de estado, deputados estaduais e federais, desembargadores e outros representantes dos três poderes baianos.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Câmara SAJ - 2024
Câmara SAJ - 2024
Campanha Salvador Capital Afro
Campanha Salvador Capital Afro
Jaguaripe
Jaguaripe
Jaguaripe
Jaguaripe

Veja mais notícias do Pirôpo News no Google Notícias
PIROPO NEWS GOOGLE NOTÍCIAS