Últimas Notícias

Estuprada pelo marido da avó, menina de SP viaja até Salvador para interromper gestação de 31 semanas


Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Uma adolescente de 14 anos foi vítima de estupro pelo marido da avó, em São Paulo. A mãe da jovem passou a ter conhecimento da situação ao notar o aumento do volume abdominal da garota, segundo a Folha de S.Paulo. “Mãe, tem alguma coisa mexendo na minha barriga”, teria dito a garota, que tinha 14 anos e estava na 29ª semana de gestação.


Diante do fato, um boletim de ocorrência foi registrado em uma delegacia. Mãe e filha se deslocaram até o Hospital da Mulher, na capital paulista, onde a vítima foi submetida a exames e tomou o coquetel preconizado para casos de violência sexual.


A unidade de saúde informou que só realizava abortos legais até a 20ª semana de gestação. Em razão disso, a adolescente e a mãe precisaram viajar de ônibus até a cidade de Salvador (BA) para a realização do procedimento de interrupção da gestação. A menina se internou na quinta-feira e fez o procedimento no sábado (15/06).


O estuprador continua foragido. “Minha filha sempre pergunta: ‘e aí, mãe, não vai acontecer nada com ele? Por que ele não foi preso se ele cometeu um crime?’”, disse a mãe.


Ainda segundo a mãe da vítima, a menor costumava passar o final de semana na casa da avó, em São Paulo. O criminoso, marido da avó, convivia com ela há mais de 15 anos.



Informações via informebaiano

1 Comentários

  1. ²Elas também cometeram um crime. Mataram um bebê de quase 8 meses. Minha filha nasceu de 8 meses,eu tinha 15 anos e é o meu bem mais precioso. Uma filha maravilhosa. Não se conserta um crime cometendo outro. Esperou até 8 meses esperava mais um mês e doava. Um aborto causa mais danos à mulher do que um parto.

    ResponderExcluir
Postagem Anterior Próxima Postagem
Câmara SAJ - 2024
Câmara SAJ - 2024
Jaguaripe
Jaguaripe

Veja mais notícias do Pirôpo News no Google Notícias
PIROPO NEWS GOOGLE NOTÍCIAS