quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

Igreja Universal pode ser expulsa da Angola


Crédito: Facebook
Dois processos contra a Universal foram abertos pela Procuradoria-Geral da República da Angola (Crédito: Facebook)
A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), do bispo Edir Macedo, pode ser expulsa da Angola, na África. A instituição vem sofrendo diversas denúncias de irregularidades e é acusada por pastores de tentar punir “rebeldes”. As informações são do Uol.
Segundo o diretor do Instituto Nacional para Assuntos Religiosos (INAR), Francisco Castro Maria, é possível que as atividades da IURD sejam encerradas caso as denúncias apresentadas contra membros da igreja sejam comprovadas pelas autoridades.
O INAR é vinculado ao Ministério da Cultura da Angola e a expulsão da igreja com punição está prevista na lei de Liberdade Religiosa aprovada em maio do ano passado (lei 12/19). Dois processos contra a IURD foram abertos pela Procuradoria-Geral da República da Angola.
Um dos processos visa apurar denúncias de atos contra a integridade de religiosos angolanos, como vasectomia forçadas. O segundo, investiga denúncias sobre envio de dinheiro ao exterior ilegalmente.
Procurada pela reportagem do Uol, a Universal disse que “está serena, aguardando o andamento da processo de instrução, pois até o momento não se sabe nem se a igreja será acusada. Por isso, é extremamente pré-maturo e despropositado qualquer menção sobre suspensão ou possível encerramento da instituição

Nenhum comentário:

Postar um comentário