segunda-feira, 30 de março de 2020

Metade das grandes empresas brasileiras tem caixa para até três meses sem receita


Metade das grandes empresas brasileiras tem caixa para até três meses sem receita
Foto: Reprodução / TV Globo
Metade das empresas de capital aberto no Brasil tem recursos para aguentar até três meses sem qualquer fonte de faturamento. O levantamento foi feito pelo Centro de Estudos de Mercado de Capitais da Fipe (Cemev-Fipe) e Economática, e divulgado pelo jornal Estado de São Paulo nesta segunda-feira (30).

De acordo com a pesquisa, se não conseguirem nenhuma receita (nem com as vendas a prazo já feitas), 23,3% das companhias de capital aberto ficariam com caixa negativo nos primeiros 30 dias, enquanto 37,1% estariam no vermelho após dois meses, e 48,6% em 90 dias.

A outra metade teria dinheiro em caixa mesmo depois de três meses, podendo arcar com as despesas por um tempo maior.

A simulação considera o pagamento de fornecedores, folha de salários e outras despesas operacionais, e foi feita baseada no balanço de 2019.

"Esse é o retrato das maiores empresas e das mais capitalizadas do País", disse Carlos Antonio Rocca, coordenador do Cemec-Fipe. "A situação das pequenas e médias é outra história bem mais problemática e exigirá medidas consistentes para evitar quebradeira. Elas vão sofrer mais do que as grandes", acrescentou

Nenhum comentário:

Postar um comentário