sábado, 30 de maio de 2020

Com aumento de 50% dos casos de Covid-19, Camaçari terá toque de recolher

Com aumento de 50% dos casos de Covid-19, Camaçari terá toque de recolher
O prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo (DEM), vai anunciar neste sábado (30) o início de um toque de recolher devido ao aumento dos casos da Covid-19 no município. Elinaldo terá reunião com integrantes da Polícia Militar e da gestão municipal para definir os detalhes da operação, que deve ser iniciada ainda neste sábado (30). 

A decisão do prefeito ocorre em função do crescimento dos casos nesta semana, mesmo com os feriados antecipados de segunda (25) a quarta-feira (27) e com os pontos facultativos de quinta (28) e sexta-feira (29). Camaçari iniciou a semana com 150 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus no último domingo (24), número que chegou a 226 nesta sexta. Somente nesta sexta foram 36 novas confirmações. 

Estes dados representam um aumento de 50% nos casos em menos de um semana. Assim que recebeu o boletim desta sexta, com o aumento de exponencial de casos, o prefeito ligou para os comandantes e convocou uma reunião de emergência para a implantação de um toque de recolher. 

Elinaldo ressaltou que a prefeitura vem adotando diversas medidas para conter o avanço da doença, a exemplo do fechamento do comércio, da suspensão das aulas e interdição das praias, além da proibição de eventos e atividades que pudessem gerar aglomerações, a exemplo das ações esportivas e festas. Somente serviços essenciais, como mercados e farmácias, são autorizados a funcionar. Além disso, a prefeitura realizou ações de desinfecção na cidade e distribuiu máscaras para a população. Contudo, as medidas não foram suficientes para impedir o avanço da pandemia.

“Estamos tomando todas as medidas necessárias para impedir o avanço do vírus desde o início. Nesta semana, esperávamos uma estabilização uma redução no número de casos, com os feriados antecipados, o que, em tese, evitaria aglomerações. Contudo, a medida aparentemente não foi suficiente e precisaremos endurecer as ações para reverter essa curva de crescimento”, disse Elinaldo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário