quinta-feira, 21 de maio de 2020

Em discurso com Bolsonaro e governadores, presidente do Senado Alcolumbre pede 'bandeira branca'

Em discurso com Bolsonaro e governadores, Alcolumbre pede 'bandeira branca'
Na reunião do presidente Jair Bolsonaro com governadores, para anunciar apoio a estados e municípios, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, pediu que todos os poderes se unam para o enfrentamento à pandemia.

No que chamou de um dia histórico, pela liberação de R$ 60 bilhões a estados e municípios, Alcolumbre afirmou que “é a hora de levantar a bandeira branca, porque estamos vivendo uma guerra, e em uma guerra todo mundo perde”.

“Temos que ter a consciência que essa crise histórica não tem precedentes nas nossas vidas. Mas seremos cobrados no futuro de quais atitudes tomamos por estarmos nos cargos chaves do Brasil”, disse o presidente do Senado em seu discurso.

“Qual é o Brasil que a gente quer um dia depois da pandemia? Porque a pandemia vai passar, o Brasil vai ficar, os brasileiros vão ficar. E após essa pandemia, o nosso país terá muito mais desigualdade do que tinha antes dela. Essas diferenças se ampliarão”, acrescentou.

Segundo ele, o coronavírus é um “desafio inédito” para a vida de todos, mas se “todos estiverem imbuídos com o mesmo espírito”, o país conseguirá atravessar o problema.

“A sanção desse projeto, que se dará no dia de hoje, sirva para todos aqueles que insistem em nos dividir. Eles perderão, porque nós estamos unidos com o povo brasileiro, todos os poderes, ao lado dos governadores, ao lado dos prefeitos, para enfrentar, mas de cabeça erguia, a maior crise sanitária da história do Brasil e da humanidade”, completou Alcolumbre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário