sexta-feira, 22 de maio de 2020

Governo troca direção-geral da PRF e do Departamento Penitenciário Nacional


O governo promoveu mudanças no Ministério da Justiça e Segurança Pública e trocou os comandos da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). As portarias foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (22).
Na PRF, o diretor-geral, Adriano Marcos Furtado, foi exonerado. No lugar, assume Eduardo Aggio de Sá. Aggio entrou na corporação em 2005. Já atuou como diretor-geral substituto, chefe de gabinete, coordenador de Gestão Estratégica e do Escritório de Projetos Estratégicos, além de chefiar o Núcleo de Inteligência.
No Depen, Fabiano Bordignon deixou o cargo de diretor-geral. No lugar, foi nomeada Tania Maria Matos Ferreira Fogaça.
Fabiano assumiu o cargo a convite do ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Ele deixou o cargo em 24 de abril após acusar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de tentar interferir politicamente na Polícia Federal. Tania Maria era superintendente da PF no Rio Grande do Norte.
As portarias são assinadas pelo ministro-chefe da Casa Civil, general Walter Braga Netto.

fonte: Classe política

Nenhum comentário:

Postar um comentário